Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de julho de 2019

Notícias / Turismo

Equador promove três destinos turísticos em 2009

Jornal de Turismo

06 Jan 2009 - 14:48

O governo do Equador anunciou que promoverá neste ano os seguintes destinos turísticos: a ferrovia dos Andes, a Rota do Inca ou Qapac-Ñan e a Rota do Sol ou da concha Spóndilus, paralela ao oceano Pacífico.

Foi o chefe de estado equatoriano, Rafael Correa, quem informou sobre a promoção desses três destinos turísticos, que se unirão, segundo adiantou, aos já posicionados nas Ilhas Galápagos e na Selva Amazônica.

Correa, em seu habitual programa de rádio e televisão aos sábados, assinalou que a ferrovia dos Andes é um projeto de execução que implica na reabilitação do sistema de trens construídos há um século no país. Essa via férrea, com cerca de 900 quilômetros, une a serra andina com a costa, mas deixou de funcionar há quase 15 anos.

No dia 30 de dezembro, o próprio presidente recebeu, em uma estação em Quito, a uma velha locomotora a vapor que cumpriu uma pequena rota desde a cidade de Latacunga, a 100 quilômetros ao sul da capital, com a qual Correa fixou o início da reestruturação ferroviária.

A ferrovia cruza os Andes por paisagens inspiradoras, como “O Nariz do Diabo” ou os túneis de San Lorenzo, em uma travessia muito apreciada pelos turistas.

"Há um século foi a ferrovia mais difícil de ser construída do mundo, agora é a ferrovia mais bela do mundo, com um potencial turístico enorme”, afirmou o presidente. “A ferrovia é uma das vítimas da longa e triste noite neoliberal”, enfatizou. Rafael Correa também destacou como produto turístico promissor o Qapac-Ñan, que segue a rota edificada pelos Incas na época pré-colombiana.

Por último, o chefe de estado também disse que será iniciada a modernização da Rota do Spóndilus, uma estrada de 700 quilômetros que, na sua maior parte, corre paralela a costa do país e une dezenas de balneários no Pacífico equatoriano.



Sitevip Internet