Olhar Direto

Segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Notícias / Esportes

Imprensa boliviana comemora goleada na Argentina pelas eliminatórias à copa

G 1

02 Abr 2009 - 11:55

Foto: Divulgação/ Site oficial

Imprensa boliviana comemora goleada na Argentina pelas eliminatórias à copa
"Surra histórica!", foi a manchete do jornal "La Razón". "La Prensa" destacou a "histórica goleada"A capa do jornal "Los Tiempos" mostra o sentimento boliviano após a goleada A imprensa da Bolívia encheu de elogios a seleção de futebol do país pela histórica goleada de 6 a 1 sobre a Argentina em La Paz, pelas eliminatórias sul-americanas à Copa do Mundo de 2010.

"Foi uma tarde de festa para o futebol boliviano, como não se via há anos, com um resultado que deixou a equipe argentina com uma das derrotas mais sentidas de sua história", comentou a publicação.

"Caem as estrelas" foi o destaque do "Los Tiempos", de Cochabamba, ao destacar a conquista "de uma goleada histórica e ao mesmo tempo humilhante para a equipe comandada por Diego Maradona, que assistiu à partida com uma overdose de impotência".

"Bolívia esmaga a Argentina de Maradona" é o destaque do "Correo de Sur de Sucre", que chamou de "escandalosa" a goleada. Para o jornal, este foi o melhor jogo dos bolivianos em muitos anos.

"Surra inesquecível" foi o destaque do "El Nuevo Día", da cidade de Santa Cruz, lembrando que a torcida boliviana passou do "ódio ao amor" com o resultado.

Todos os jornais ressaltaram a atuação do atacante Joaquín Botero, autor de três gols - Marcelo Moreno, ex-Cruzeiro, o brasileiro naturalizado Alex da Rosa e Torrico. 

'Humilhação histórica'

 A imprensa argentina não perdoou a goleada histórica sofrida pela seleção diante da Bolívia, por 6 a 1, nesta quarta-feira, em La Paz. Com apenas duas palavras, "Olé" define o que se viu em campo , em La Paz

Já o jornal "Clarín", preferiu apresentar os erros da equipe comandada pelo ex-craque. De acordo com o veículo, "a Bolívia foi muito superior e goleou um time que mostrou um caos na defesa e falta de compromisso no ataque, por 6 a 1". No entanto, fez questão de tranquilizar os torcedores, ao dizer que a Argentina ainda tem boas chances de se classificar para a Copa de 2010.


Sitevip Internet