Olhar Direto

Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Notícias / Meio Ambiente

Estudantes paranaenses discutem educação ambiental

ABr

03 Abr 2009 - 08:00

- Vinte e sete jovens com idade entre 11 e 14 anos , da 5ª à 8ª série de escolas e núcleos regionais de educação do Paraná, vão representar o estado na 3ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, que começa hoje (3) no Centro de Treinamento Educacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI) em Luziânia (GO). Eles vão se comprometer a trabalhar com a educação ambiental no estado, defendendo as propostas definidas na Carta Compromisso do Estado do Paraná.

Entre as sugestões estão o compromisso de trabalhar na sensibilização e conscientização das pessoas em relação às questões ambientais, a promoção de reuniões, palestras, brincadeiras nas escolas e na comunidade a fim de refletir sobre a importância de cada pessoa na construção de um mundo melhor, a implantação de coleta seletiva para reciclagem dos resíduos, a cobrança da implantação de aterros sanitários em todos os municípios e o reaproveitamento do óleo de cozinha para a fabricação de sabão, velas ecológicas e biocombustível.

A idéia, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Educação, é despertar um novo comportamento em relação ao meio ambiente. O documento mostra também soluções já encontradas após a identificação dos problemas em algumas regiões.

A conferência é promovida pelo Órgão Gestor da Política Nacional de Educação Ambiental, formado pelo Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente e pela Coordenação-Geral de Educação Ambiental do Ministério da Educação.

De acordo com uma das coordenadoras da conferência, Maria Thereza Teixeira, vão participar dessa edição cerca de 600 jovens de todo o país . No final do encontro eles vão elaborar a Carta das Responsabilidades – Vamos Cuidar do Brasil, que será entregue ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aos ministros da Educação e do Meio Ambiente.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.