Olhar Direto

Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Notícias / Economia

Sanofi conclui compra da Medley por R$ 1,5 bilhão

AE

03 Abr 2009 - 08:34

O grupo francês Sanofi-Aventis fechou a compra do laboratório farmacêutico brasileiro Medley. A aquisição deve ser assinada hoje e anunciada na semana que vem. Trata-se de um negócio de R$ 1,5 bilhão. Pelo menos R$ 500 milhões devem ir para o bolso do controlador, o ex-piloto de stock car Alexandre Negrão. Mas esse valor pode subir e chegar a R$ 1 bilhão, caso não surjam eventuais surpresas não detectadas antes do acordo, segundo uma fonte próxima à operação. A dívida do grupo será descontada do restante. Procuradas, a Medley não quis comentar o assunto; a Sanofi não respondeu às ligações.

A aquisição do laboratório Medley, que disputa com a EMS a liderança na venda de genéricos, é o passaporte para a Sanofi entrar definitivamente no segmento que mais cresce nessa indústria. A atuação dos franceses no País ainda é muito tímida. Desde agosto de 2007, vendem genéricos com a marca Winthrop. Embora tenha uma situação financeira delicada, a Medley é considerada uma marca forte e respeitada e tem uma das fábricas de genéricos mais modernas do Brasil.

Com faturamento de 601 milhões de euros em 2008 (cerca de R$ 1,8 bilhão), a Sanofi é líder na venda de medicamentos no País. No mundo, o grupo francês é um gigante com receitas de 27 bilhões de euros (R$ 82 bilhões) e cerca de 100 mil funcionários. Nos seus relatórios financeiros, tem destacado a importância de Brasil, China, Rússia, Índia e México, que ela considera "mercados do amanhã". Juntos, esses países crescem acima de dois dígitos e já representam 23,7% do faturamento do grupo. Entre os emergentes, o Brasil é o maior mercado da Sanofi. Mas, embora viesse crescendo acima de 10%, no ano passado avançou somente 1,4%. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.