Olhar Direto

Sábado, 22 de fevereiro de 2020

Notícias / Informática & Tecnologia

Brasil importa mais tecnologia da informação do que exporta, mostra IBGE

ABr

03 Abr 2009 - 10:11

O Brasil importou mais produtos do setor de tecnologia da informação e comunicação (TIC) do que exportou entre os anos de 2003 e 2006. Apesar de o saldo comercial do país ter crescido no período, com recorde histórico de U$ 41,5 bilhões, em 2006, a categoria não se destacou no cenário econômico nacional.

A informação consta do estudo O Setor de Tecnologia da Informação e Comunicação no Brasil, divulgado hoje (3) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa, as importações do setor tiveram um crescimento contínuo no período estudado. Ao final de 2006, correspondiam a 14,3% do total do comércio exterior do país. Por outro lado, as exportações se mantiveram estáveis, somando 3,2%.

No setor de TIC, apenas a categoria de equipamentos de telecomunicações teve saldo positivo. As demais provocaram impacto negativo, com destaque para componentes eletrônicos, usados na fabricação de televisores e computadores.

De acordo com o pesquisador do IBGE Roberto Saldanha, o Brasil ainda não detém tecnologia de ponta como a de muitos produtos importados. Para abastecer o mercado interno, ele explica que as empresas não têm outra alternativa.

“O país acaba importando esses componentes de ponta. São componentes fabricados com uma tecnologia que o Brasil não domina ou que é patenteada, como a de muitos microchips”, citou.