Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de janeiro de 2020

Notícias / Esportes

São Paulo encara Paulista e usa, no Estadual, filosofia de Libertadores

Folha Online

22 Mar 2009 - 09:33

O São Paulo, que conseguiu se isolar na liderança da Taça Libertadores graças aos seus dois triunfos fora de casa após um empate no Morumbi, também tenta se manter entre os melhores do Estadual com a sua boa campanha como visitante.

Neste domingo, às 16h, diante do Paulista, em Jundiaí, a equipe de Muricy Ramalho usa o retrospecto positivo das disputas fora de casa como estímulo para buscar mais uma vitória na temporada e driblar o cansaço que a abate após o duro jogo contra o uruguaio Defensor, na quarta-feira, em Montevidéu.

Neste Paulista, o São Paulo, até o momento, venceu mais fora do que em seus domínios.
Das seis partidas que disputou longe do Morumbi, obteve sucesso em quatro (ou 66,6%). Já em casa, embora o aproveitamento também seja satisfatório, foram cinco vitórias em oito jogos (62,5%).

"Criamos a filosofia de que fora temos que jogar da mesma maneira que dentro de casa. Isso faz diferença'', disse Muricy.

De acordo com o treinador, essa "estratégia'' foi pensada para competições de maior quilate, mas neste ano vem se encaixando bem no Estadual. "Na Libertadores e no Brasileiro, se você quer ir longe, tem que vencer fora também. Neste Paulista, quem está brigando por uma vaga [nas semifinais] não está perdendo, então serve a mesma lição: não dá para ficar só vencendo no Morumbi.''

Terceiro colocado após o término da 14ª rodada do Estadual, o São Paulo já não se preocupa com a liderança do campeonato, mantida por um Palmeiras isolado na ponta.

O objetivo da equipe, afirmou Muricy, não é correr atrás da equipe de Vanderlei Luxemburgo, mas se manter no grupo dos quatro clubes que se classificam para as semifinais. A meta, prevê o treinador são-paulino, não será alcançada com tranquilidade.

Nem mesmo o confronto de hoje, pela 15ª rodada, contra o Paulista, que está ameaçado pelo rebaixamento, e o da próxima quarta-feira, contra o Noroeste, outro que também corre risco na tabela, o animam. "Serão duas pedreiras'', exagera Muricy Ramalho.

Para superar a primeira delas, às 16h de hoje, o comandante são-paulino deverá improvisar novamente o volante Arouca na ala direita, já que Zé Luís, com uma lesão no braço esquerdo, segue sendo poupado pelo departamento médico.

Elogiado pelo técnico pela recente atuação, Arouca é um dos que garantem já estar 100% depois do jogo no Uruguai.

Paulista
André Luís; Freire, Marcelo Xavier e Eli Sabiá; Toscano, Cléber Goiano, Ramalho, Felipe Azevedo, Alex Oliveira e Eduardo; Zé Carlos. Técnico - Giba

São Paulo
Rogério; Renato Silva, Rodrigo e Miranda; Arouca, Jean, Hernanes, Jorge Wagner e Júnior César; Borges e Washington. Técnico - Muricy Ramalho

Local - Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí, às 16H
Juiz - Marcelo Rogério



Sitevip Internet