Olhar Direto

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Esportes

Mano tenta, com Ronaldo, seu 1º triunfo em clássicos no Corinthians

Folha de S.Paulo

22 Mar 2009 - 08:48

O incômodo da situação é evidente. Mano Menezes admite que não gosta nem de tocar no assunto. Mas o fato é que, mais de um ano após assumir o Corinthians, o técnico ainda não conseguiu levar o time a um triunfo em clássicos.

E neste domingo, no Pacaembu, com a perspectiva de ter Ronaldo em campo durante toda a partida, o treinador vislumbra a possibilidade de, enfim, vencer um adversário histórico do time.

"Está na hora de a equipe, e não só do técnico, mudar essa situação. Queremos aproveitar essa oportunidade", declara Mano.

Desde que chegou ao Parque São Jorge, Mano já participou de cinco clássicos, todos válidos pelo Campeonato Paulista, já que no último Brasileiro o Corinthians esteve na Série B.

"Trabalho para ganhar todos os jogos. Sei que há diferença, mas não vou inverter as coisas. Nossa equipe já teve condições de vencer", resume Mano.

Sob o comando do gaúcho, o Corinthians jamais esteve à frente no placar contra Santos, São Paulo ou Palmeiras.

Diante do time do Morumbi, houve dois empates. Em 2008, o jogo foi marcado pela polêmica do gol anulado de Adriano, em jogada com William. Neste ano, com a equipe tricolor mesclada com reservas, o Corinthians foi buscar o 1 a 1.

Contra o Palmeiras, uma decepção e uma alegria, embora vinda de novo empate. Se no ano passado o arquirrival venceu por 1 a 0 --gol de Valdivia, com a provocativa comemoração "chororô"--, o encontro neste Estadual viu o Corinthians ressurgir junto com Ronaldo e o primeiro gol do Fenômeno pelo clube alvinegro, novamente evitando derrota diante de um grande rival.

Ante ao Santos, neste domingo, o Corinthians aposta novamente em Ronaldo para descontar a derrota (2 a 1) sofrida na Vila Belmiro na temporada 2008.

A expectativa é que o camisa 9 comece e termine o duelo em campo. Mas o técnico do Corinthians faz ressalvas, sempre condicionadas à forma física de seu principal atacante.

"O Ronaldo tem condições de jogar o tempo todo, mas tudo vai depender de como será o jogo, vai depender do risco. Se chegar em determinado momento e ele não estiver produzindo tanto e estiver correndo riscos, isso é um desgaste perigoso. Mas, se estiver produzindo, continua", adianta Mano.

Ele afirma esperar que, finalmente, tenha chegado o seu momento de triunfar num clássico paulista: "Já ganhei em outros lugares, então quer dizer que eu sei o caminho".

Mas já se prepara também para passar mais um jogo sem bater um dos principais adversários.

"Trabalho para merecer ganhar. Mas talvez eu ganhe num momento até mais importante, já que se desenham clássicos nos confrontos das semifinais."

Outro incentivo para o Corinthians obter sob o comando de Mano sua primeira vitória em clássicos é o fato de o Pacaembu estar praticamente lotado apenas com corintianos --mais de 30 mil ingressos foram vendidos, e a carga direcionada à torcida do Santos foi de pouco mais de 2.000 lugares.

Para o clássico no Pacaembu, o técnico santista, Vagner Mancini, faz mistério. No último coletivo, na sexta-feira, testou o time com Neymar, Roni e Kléber Pereira no ataque, mas não confirmou a escalação dos três.

Sitevip Internet