Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Carros & Motos

Menos de 10% das motos já fizeram a inspeção veicular em SP

G1

22 Abr 2009 - 02:22

Menos de 10% das motocicletas com final de placa 1 já realizaram a inspeção veicular obrigatória exigida pela Prefeitura de São Paulo. De acordo com o levantamento da concessionária Controlar, empresa que venceu a licitação para realizar a inspeção veicular, das 55 mil motocicletas de placa 1, pouco mais de 5,1 mil já fizeram ou agendaram a inspeção. O prazo para este final de placa termina dia 30.

O índice de absteção no exame obrigatório é muito superior ao dos carros - mais de 60% dos automóveis com final de placa 1 já fizeram ou

agendaram a inspeção. De acordo com Eduardo Rosin, diretor-executivo da Controlar, a falta de informação é o principal motivo pela ausência dos motociclistas nos postos de inspeção da capital paulista.

"É um assunto novo, e muitos motociclistas podem ter receio do procedimento do ensaio das motos", afirma Rosin. "Não há motivo para preocupação, o índice de aprovação das motocicletas já analisadas é de 91%."

A inspeção das motocicletas dura no máximo quatro minutos, de acordo com a empresa. No exame são medidas as emissões de monóxido de carbono (CO) da moto comparando a quantidade emitida com os respectivos limites estabelecidos por lei.

Se o valor corrigido de CO não atender aos padrões permitidos, o motor deve ser acelerado rapidamente, por três vezes consecutivas, até atingir cerca de 5.000 rpm, e retornar para o regime de marcha lenta. Caso o valor continue fora dos padrões, a motocicleta é reprovada. Também é feito uma avaliação visual das conduções da moto para ver se não há vazamentos, por exemplo.

Os proprietários de motocicletas com final de placa 1 têm até o dia 30 para realizar a inspeção em um dos postos de atendimento de São Paulo. Passado este prazo, o veículo fica em situação irregular e poderá ser multado em R$ 550 caso seja parado por um agente de trânsito. O proprietário fica também impedido de fazer o licenciamento do documento ou vender a moto para outra pessoa enquanto a inspeção não for realizada. O exame pode ser feito após o prazo estabelecido pela Prefeitura.

Para agendar a inspeção é preciso entrar no site da Controlar, imprimir o boleto, realizar o pagamento da taxa de inspeção de R$ 52,73 na rede bancária credenciada e, em até 72 horas, agendar a inspeção também via site ou pelo telefone (11) 3545-6868. A Prefeitura vai reembolsar o pagamento da taxa este ano.
Sitevip Internet