Olhar Direto

Terça-feira, 17 de setembro de 2019

Notícias / Política MT

Pagamento de créditos ilegais foi feito para outros magistrados

Da Redação

30 Abr 2008 - 22:55

O pagamento de créditos sem amparo legal, autorizado pela cúpula que comandava o Poder Judiciário entre 2003 e 2005 para um seleto grupo de desembargadores e juízes, pode ter sido feito para mais magistrados, inclusive para o atual corregedor geral de Justiça, desembargador Orlando Perri.

O fato demonstra o quanto a Coordenadoria de Pagamento de Magistrados, naquela época, era um caos sem controle e sem comando. Após a denúncia feita pelo Olhar Direto, no final de semana, a assessoria dos magistrados confirmou a informação que muitos juízes e desembargadores receberam os créditos e ressaltou que não existe a ilegalidade anunciada.

Fontes do gabinete da presidência confirmaram que, após a denúncia do Olhar, alguns magistrados já teriam entrado em contato para verificar se houve pagamento indevido feito pela Coordenadoria de Pagamento, como ocorreu para o grupo denunciado pela Corregedoria: o ex-presidente do TJ, desembargador Jose Ferreira Leite; e os juízes Marcelo de Souza Barros, Irênio Lima Fernandes, Antônio Horácio Silva Neto e Marcos Ferreira (filho de Ferreira Leite).
Sitevip Internet