Olhar Direto

Domingo, 08 de dezembro de 2019

Notícias / Turismo

Pubs em ruínas, banhos históricos e arquitetura são atrações de Budapeste

G1

26 Nov 2013 - 15:00

Casamento de duas cidades – Buda e Peste --, a capital da Hungria oferece grande diversidade de opções para os amantes da música, da arte e da arquitetura em um belo cenário cortado pelo Rio Danúbio.
A vista de ambos os lados do rio é de tirar o fôlego a qualquer hora do dia, mas também há muito o que fazer em lugares fechados de Budapeste. Ao longo da última década, a cidade desenvolveu a reputação de sediar grandes exposições de arte e fotografia.

Neste outono no Hemisfério Norte, por exemplo, há exposições de Chagall, Caravaggio e Canaletto, além de uma mostra da obra do famoso fotógrafo húngaro Robert Capa.
Os visitantes também podem ir a óperas de primeira, festivais de rock premiados e curtir uma das mais animadas vidas noturnas da Europa, incluindo os já famosos "pubs em ruínas", que ficam em prédios semiabandonados no bairro histórico judaico.
Para ter um panorama geral da cidade, vale reservar um cruzeiro pelo Danúbio. Alguns operadores oferecem jantares a bordo e uma delas usa um ônibus anfíbio que vai direto da estrada para o rio.
A maioria das listas online de shows, concertos e eventos estão no impenetrável idioma húngaro (para quem tem um tradutor à mão, vale conferir www.est.hu e www.port.hu), mas há opções em inglês como www.funzine.hu e www.welovebudapest.com.
Música, arte e cultura

Lembranças do comunismo estão por todos os lados. Quem quiser ver como os espaços públicos eram antes do colapso do regime em 1989 pode pegar um táxi até o Memento Park no 22º distrito para ver uma coleção de estátuas colossais da Guerra Fria.
Mas, com o cinza do comunismo se desvanecendo na história, Budapeste optou por renovar e preservar o ar austro-húngaro da virada do século, com alguns resultados espetaculares.

Um exemplo é a Academia de Música Franz Liszt. Conhecida mundialmente, a instituição reabriu para concertos depois de passar por uma renovação minuciosa que trouxe de volta sua beleza Art Deco.
Um dos mais recentes edifícios no Danubio é a Balna (baleia), um prédio de vidro em forma de peixe que conecta duas partes de um antigo escritório de navegação no banco do rio. Suas salas de exposições de arte contemporânea, cafés e lojas abrem durante todo o ano.
Perto da Baleia fica o Nagy Vasarcsarnok, o mercado central de Budapeste, projetado por Gustave Eiffel - mesmo arquiteto que fez a Torre Eiffel. A estrutura de aço lembra Paris, mas com um tempero húngaro.
Os mercados vibrantes da cidade não são famosos à toa. Vá na quinta-feira para experimentar os produtos mais frescos trazidos do campo, mas qualquer dia de visita dará uma ideia de como os húngaros não perderam contato com o mercado rural.
Na mesma área fica o Centro de Música de Budapeste, onde estúdios de gravação dividem espaço com shows em pequena escala, principalmente de jazz.
Para quem gosta de música clássica vale a pena ir à Opera e ao Palácio das Artes.
A cidade, onde moram 100 mil judeus, abriga uma vibrante amostra da cultura judaica, com festivais, restaurantes e sinagogas grandes e pequenas. Não perca a sinagoga da Rua Dohany.
Banhos

Sabendo que a região tem intensa atividade vulcânica, os romanos construíram casas de banho que continuam funcionando até hoje, que receberam renovação caprichada e estão abertas ao público.
O mais interessante é o Balneário Rudas. Localizado no lado ocidental do Danúbio, oferece massagens, esfoliações e dietas líquidas em um ambiente elegante de piscinas octogonais com cúpulas de calcário
Outro lugar turístico é o Gellert, um hotel Art Deco com uma casa de banho antiga restaurada
No inverno, vale a pena se submergir nas águas quentes do Balneário Szechenyi, onde é possível encontrar idosos jogando xadrez em tabuleiros flutuantes – especialmente em dias de semana pela manhã – enquanto o vapor sobe no ar gelado. A piscina ao ar livre é popular nos meses mais quentes.
O Cinetrip se tornou um hit internacional organizando festas onde é possível dançar música electronica com um visual impressionante nas piscinas de um spa no centro.
Outra opção de passeio é ir a uma das cavernas espetaculares criadas pelas águas termais, como a Palvolgyi.
Sitevip Internet