Olhar Direto

Notícias / Turismo

Caribe sul-americano oferece história e beleza para turistas

Canarinho Press

03 Mar 2014 - 12:16

Os países sul-americanos são conhecidos por seu belo litoral, mas nem sempre é lembrado é que na região há ao menos cinco locais considerados parte do Caribe. Colômbia, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa – apesar desta última ser território ultramarino francês – oferecem para seus visitantes belas praias no deslumbrante mar caribenho. Alguns deles estão na rota dos cruzeiros.

Na Colômbia, o principal porto para cruzeiros no Caribe é o de Cartagena. A cidade apresenta uma rica história, foi alvo de pirataria e mantém traços ainda da colonização espanhola. Entre suas principais atrações está o Castelo San Felipe de Barajas, fortaleza construída em meados dos anos 1500 e é a maior fortaleza erguida em uma colônia da Espanha. Cartagena possui várias outras atrações históricas, e também belezas naturais, como as praias de águas claras e o vulcão de Totumo.

Outra cidade importante no Caribe sul-americano é La Guaira, na Venezuela, que possui um dos principais portos do país. La Guaira fica a 30 quilômetros de Caracas e é a capital do estado de Vargas. Com balneários, clubes e restaurantes, a cidade tem se tornado um importante complexo turístico no país. Em Vargas é possível conhecer locais como a primeira sede da empresa transnacional na América Latina, a Casa Guipuzcoana, o Castelo San Carlos, uma importante fortificação para defesa de ataques piratas e países europeus adversários da Espanha durante a época colonial, além de belas praias, como a baia Chichiriviche de la Costa, onde fica a imagem do Cristo de las Águas, a 29 metros de profundidade.

Europa na América do Sul

A Guiana Francesa é um dos países das Américas colonizados pela França. Até hoje pertence ao país europeu como território ultramarino. Apesar de fisicamente estar localizada na América do Sul, a Guiana Francesa pertence ao bloco da União Europeia. Entre as atrações de um cruzeiro com passagem por lá, destaque está na Ilha do Diabo. Seu nome vem do fato de que até 1946 a ilha era utilizada como colônia penal pela França. Sua utilização era muito controversa, já que os presos lá ficavam isolados em um local de acesso complexo devido às águas repletas de tubarões e os penhascos, o que também tornava a fuga extremamente difícil. Passado esse período, o local se tornou um destino turístico excelente, em especial para o ecoturismo.

Veja roteiros:

7 noites: Viagem a bordo do Vision of the Seas, da Royal Caribbean International, com partida de Colón, no Panamá, em 29 de março. Escalas em Cartagena, na Colômbia, Kralendijk, em Bonaire, Oranjestad, em Aruba e Willemstad, em Curaçao. Preços a partir de R$ 1.280 por pessoa, mais taxas.

29 dias: Viagem a bordo do Seabourn Quest, da Seabourn, com partida em 11 de outubro do porto de Montreal, no Canadá. Escalas em Cidade de Quebec, Cap-aux-Meules, Sydney e Saint John, no Canadá, Bar Harbor, Salem, New Port, Charleston e Fort Lauderdale, nos Estados Unidos, Jost Van Dyke, nas Ilhas Virgens Britânicas, Gustavia, em São Bartolomeu, TErre-de-Haut, em Guadalupe, Bridgetown, em Barbados, Devil's Island, na Guiana Francesa, Santarém, Parintins e Manaus, no Brasil. Preços a partir de US$ 12.499 (R$ 29.437) por pessoa, mais taxas.

7 noites: Viagem a bordo do Monarch, da Pullmantur, com partida em 12 de abril de Cartagena, na Colômbia. Escalas em Oranjestad, em Aruba, La Guaira, na Venezuela, Curaçao e Colón. Preços a partir de R$ 3.275 por pessoa, mais taxas.
Sitevip Internet