Olhar Direto

Domingo, 09 de maio de 2021

Notícias | Cidades

Obras de revitalização da Lagoa Encantada serão entregues no aniversário de Cuiabá

A população cuiabana receberá um presente muito especial no próximo dia 8 de abril, quando Cuiabá completará 290 anos de fundação. Trata-se da primeira etapa das obras de revitalização da Lagoa Encantada, que serão inauguradas pela Prefeitura nesta data. “Com a reforma, o local se transformará em mais uma opção de lazer e turismo da capital”, observa o prefeito Wilson Santos.

A data da inauguração foi confirmada durante reunião entre a presidente da Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap), Eliana Rondon, o coordenador do setor de Divisão e Expansão, Joaquim de Oliveira Filho, e diretores da empresa responsável pela execução da obra (Geosolo Engenharia). As obras estão sendo coordenadas pela Sanecap em parceira com a Secretaria de Infraestrutura.

A primeira etapa da obra consta de um auditório de 90,28 metros quadrados projetado para comportar 65 pessoas. Ele terá recepção, sala de administração e cabine de som e vídeo. Inclui também, uma portaria e um viveiro de várias espécies de vegetação, inclusive plantas nativas.

Para Eliana Rondon Lima a revitalização das lagoas do CPA tem como objetivo inserir a área no circuito de atrativos turísticos de Cuiabá, além de valorizar todo o seu entorno. “A Prefeitura vai entregar à população cuiabana um espaço totalmente revitalizado e que se tornará um dos principais cartões postais de Cuiabá”.

A Lagoa Encantada, que fica localizada dentro do espaço da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do CPA III, e possui uma área de 31,77 hectares, receberá também sala de exposição de maquetes, sala de reuso, mirante, uma estação de tratamento escola para pesquisas e trabalhos, e ainda, mirante, trilhas para caminhada e pontos de contemplação. O custo total das obras é de R$ 2.100 milhões, sendo R$ 2 milhões oriundos do Ministério do Turismo R$ 100 mil com contra partida da Prefeitura de Cuiabá.

No mesmo espaço será implantado o Centro de Reutilização do Reuso da Água (CRRA), que inclui medidas de otimização do sistema, reutilização do efluente final em fertiirrigação, piscicultura e ações de educação ambiental junto à população local. O CRRA foi desenvolvido pela Sanecap e contemplado pelo “Programa Petrobrás Ambiental 2008”, com recursos de R$ 2.828.300,80, sendo R$ 1.990.560,00 da Petrobras, R$ 695.836,80 da UFMT e R$ 208.904,00 Sanecap/Idep

Sitevip Internet