Olhar Direto

Terça-feira, 21 de maio de 2019

Notícias / Turismo

Estados-sede da Copa receberam 270 mil estrangeiros até 13 de junho

G1

26 Jun 2014 - 09:21

Entre 1º e 13 de junho, 270 mil estrangeiros desembarcaram nos estados das 12 cidades-sede da Copa do Mundo, segundo dados da Polícia Federal fornecidos ao G1.

Considerando todos os destinos do país, foram 281,7 mil turistas, sendo a nacionalidade mais comum a americana, com 31,6 mil pessoas.

A Copa do Mundo começou no dia 12 de junho, com abertura na Arena Corinthians, na Zona Leste de São Paulo. Como consequência, o estado paulista foi o que recebeu mais turistas nas primeiras duas semanas de junho: 133,6 mil. Ele é seguido por Rio de Janeiro (57,2 mil), Paraná (20,9 mil), Rio Grande do Sul (18,6 mil) e Bahia (11 mil).
Além dos americanos, os argentinos também se destacam entre os turistas da Copa, com 30,9 mil. Outros três países latinos dão continuidade ao ranking: Colômbia (22 mil), Chile (18,6 mil) e México (16,6 mil).

Os ingleses, cuja seleção foi eliminada na primeira fase da Copa do Mundo, também marcaram presença. Estão em 6º lugar na lista, com 14,2 mil representantes.

Como os dados da Polícia Federal não consideram os turistas que chegaram após o dia 13, os números já devem ter aumentado bastante desde então. Em São Paulo, por exemplo, a prefeitura espera que a cidade receba mais de 390 mil visitantes de todas as nacionalidades - incluindo a brasileira - durante o Mundial.

Proximidade com a Copa
O número de turistas registrados pela Polícia Federal aumentou bastante a medida em que a abertura da Copa se aproximava. No dia 1º, apenas 10 mil estrangeiros entraram no país. Já no dia 12, foram 40,3 mil - uma elevação de 300,9%.

No dia da abertura, mesmo faltando 3 dias para a primeira partida na cidade, Porto Alegre já estava tomada de turistas de diversas nacionalidades. O holandês Tim de Rooij aproveitou os dias sem jogo para conhecer pontos turísticos da cidade com o amigo colombiano José Lozano.

Rooij estava na expectativa de ver a Holanda jogar contra a Austrália no dia 18 na cidade, mas, como a maioria dos turistas da Copa, já estava com passagens compradas para as demais cidades-sede para conferir outras partidas da Copa.

Com o vai-e-vem dos turistas, a previsão é que 83 mil estrangeiros passem pela cidade até o dia 30 deste mês, data do último jogo da Copa do Beira-Rio.

Maioria masculina

Também chama a atenção entre os dados da Polícia Federal que, dos turistas que entraram no Brasil nos primeiros 13 dias de junho, 77,1% eram homens.

Esta proporção foi reproduzida em Salvador nos primeiros dias da Copa. Segundo levantamento do governo, o público que foi acompanhar os jogos na Arena Fonte Nova era majoritariamente masculino, totalizando 71% do total.
Em São Paulo, a predominância do sexo masculino entre os turistas da Copa também pode ser constatado em uma pesquisa da São Paulo Turismo (SPTuris) na Vila Madalena, bairro boêmio na Zona Oeste da cidade. Com 849 entrevistas feitas entre os dias 12 e 18 de junho, o levantamento mostrou que o perfil médio do torcedor é formado por homens, entre 25 e 39 anos, com superior completo.

A Vila Madalena, aliás, é o principal destino dos turistas que vão à capital paulista para ver os jogos, segundo a SPTuris. O bairro vira uma espécie de “micareta” pós-jogo, em que os estrangeiros são celebridades entre as mulheres.
Sitevip Internet