Olhar Direto

Sexta-feira, 29 de maio de 2020

Notícias / Cidades

Polícia indicia suspeitos de arrastão em prédio de SP por formação de quadrilha

G1

08 Mar 2009 - 21:19

Os oito homens apontados pela polícia como responsáveis pelo arrastão em dois prédios de São Paulo na noite deste sábado (7) deixaram o 36º DP, no Paraíso, na Zona Sul de São Paulo, por volta das 15h30 deste domingo (8). Em menos de 24 horas, três edifícios residenciais foram atacados na capital.

Foram dois arrastões em dois edifícios, um na Zona Sul e outro no Centro da cidade entre a noite de sábado (7) e madrugada e manhã deste domingo (8). Além disso, um outro prédio foi invadido por criminosos que fugiam da Polícia Militar e fizeram os moradores reféns.

Segundo o delegado Luiz Roberto Arruda, eles foram indiciados por roubo, cárcere privado e formação de quadrilha. Os assaltantes deixaram a delegacia em três carros do Grupo de Operações Especiais (GOE). Depois de fazer exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal, eles iriam para o 26º DP, no Sacomã, na Zona Sul, até aguardar vaga em um presídio.

De acordo com o delegado, 14 pessoas prestaram depoimento até o início desta tarde. Elas são as vítimas do assalto aos dois prédios. Com os criminosos, foram apreendidos quatro revólveres e duas pistolas.

Testemunhas contaram ter ouvido troca de tiros. Ninguém ficou ferido. No total, nove suspeitos, envolvendo os três ataques, foram presos pelos policiais.

O primeiro arrastão ocorreu na Vila Mariana, na Zona Sul. Oito assaltantes renderam o porteiro de um prédio e fizeram refém um casal que estava em um carro. A mulher está grávida de oito meses.

O grupo entrou em alguns apartamentos, rendeu outras pessoas, roubou pertences das vítimas e chamou a atenção de vizinhos, que acionaram a PM. Na fuga, o grupo invadiu outro prédio próximo, já no Paraíso. Lá, rendeu pelo menos cinco pessoas, entre elas, o zelador.

Ao chegar ao local, os policiais negociaram a libertação das vítimas e a rendição dos criminosos. Foram 30 minutos de angústia e tensão até a liberação dos reféns e a entrega das armas e dos assaltantes.

Todas as vítimas e criminosos seguiram para o 36º Distrito Policial, no Paraíso, onde o boletim de ocorrência será registrado. Não há dados se as vítimas recuperaram seus pertences roubados.

Arrastão
O terceiro ataque a um prédio ocorreu na manhã deste domingo no Centro da capital. Dois suspeitos foram presos após fazerem um arrastão em seis apartamentos de um prédio. Eles roubaram eletrodomésticos e outros produtos das vítimas.



Ao todo, sete homens participaram da ação, segundo a Polícia Militar. O restante do grupo é procurado. Não há informações se os pertences foram devolvidos a seus donos.



Esse caso será registrado no 12º Distrito Policial, no Pari.

Sitevip Internet