Olhar Direto

Notícias / Turismo

Uma das praias preferidas dos mato-grossenses durante o verão passará a ter 'pedágio'

Segundo a assessoria da Prefeitura, a implantação da cobrança levou em conta o impacto nos serviços públicos durante o verão, na cidade de 13 mil habitantes. Bombinhas é o menor município de Santa Catarina, com 34,5 km², e durante os meses de dezembro a março recebe cerca de 150 mil visitantes diariamente.

De Sinop - Alexandre Alves

03 Ago 2014 - 10:05

Foto: Imagem ilustrativa

Umas das prais mais bonitas do Brasil passará a ter cobrança de pedágio para turistas

Umas das prais mais bonitas do Brasil passará a ter cobrança de pedágio para turistas

O município de Bombinhas (70 km de Florianópolis), em Santa Catarina, prepara-se para implantar a Taxa de Preservação Ambiental (TPA), que na prática será um pedágio para turistas entrarem naquela cidade. A Praia de Bombinhas é uma das mais bonitas do Brasil, destacando-se por sua água limpa, e muito frequentada por turistas de Mato Grosso durante o verão.

E o pedágio já tem preço: R$ 20 por carro, por dia. A Câmara Municipal aprovou a lei esta semana e a Prefeitura de Bombinhas corre contra o tempo para tentar começar a cobrança a partir do feriado de 15 de novembro. Ou seja, o mato-grossense que está planejando as férias de janeiro em Bombinhas, já pode preparar o bolso. Se ficar 15 dias por lá, por exemplo, serão R$ 300 a mais para curtir as férias.

Segundo o texto chancelado pelos vereadores, não haverá cancela na entrada da cidade (que tem uma única rodovia para entrar e sair). Para entrar com um carro na cidade, o turista deverá efetuar o pagamento antecipado da quantidade de dias que ficará naquela praia a uma empresa (que está sendo licitada) e informar a placa do veículo via internet.

Na entrada de Bombinhas será colocado um equipamento similar a um radar, que “lê” a placa do veículo e identifica se o pagamento adiantado foi feito. Quem entrar sem ter antecipado sua cota, receberá a cobrança em casa, em qualquer lugar do país. Os moradores de Bombinhas e os veranistas que possuem imóveis na cidade ficarão livres da taxa, cadastrando as placas de seus veículos no sistema.

Leia mais
Turistas estrangeiros têm intenção de voltar ao Brasil
Cresce expectativa para promoções de passagens aéreas 

O debate sobre a implantação da cobrança gerou discussões, principalmente sobre a legalidade de se taxar a entrada de uma pessoa no município. Mas as assessorias jurídicas dos poderes Executivo e Legislativo entendem que não estão ferindo o livre direito de ir e vir, que consta da Constituição Federal.

Segundo a assessoria da Prefeitura, a implantação da cobrança levou em conta o impacto nos serviços públicos durante o verão, na cidade de 13 mil habitantes. Bombinhas é o menor município de Santa Catarina, com 34,5 km², e durante os meses de dezembro a março recebe cerca de 150 mil visitantes diariamente.

Aduz o Poder Executivo que toda a arrecadação será revertida nos traders turísticos da linda praia e para o melhoramento do abastecimento de água potável (que chega a faltar durante o verão por causa do excesso de contingente).

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • ROQUE MACEDO
    04 Ago 2014 às 21:47

    OHH SR FABRÍCIO ! NÃO QUEIRA COMPARAR MORRO DOS VENTOS (UMA PEQUENA ÁREA PARTICULAR) COM BOMBINHAS (UMA CIDADE). NÃO SERIA JUSTO PASSAR 10 DIAS NA CIDADE E TER QUE PAGAR R$ 200,00 SÓ PARA TER ACESSO `A PRAIA. SE A PESSOA ESTÁ HOSPEDADA NA CIDADE DEVERIA SER ISENTA DA (TPA). DEVERIA PAGAR SOMENTE UMA VEZ.

  • ROSSÉLIO FRIZON
    04 Ago 2014 às 20:18

    Ótima postura adotada pela prefeitura, quem sabe assim o turista pensa duas vezes no momento do uso do meio ambiente local, ambiente privilegiado pela natureza, quem sabe controlando ainda sobre alguma coisa para outras gerações.

  • Manoel Maio
    04 Ago 2014 às 10:53

    Eu estava planejando as férias de janeiro, 10 dias em Bombinhas e 10 em Floripa. Mas assim vou mudar para 10 em Florianópolis e mais 10 em Governador Celso Ramos, onde as praias são melhores que Bombinhas e menos badalado, mais sossegado...

  • Fabrício
    04 Ago 2014 às 10:26

    Não existe motivo para tanta irritação de alguns comentaristas do site. O fato é que se acha caro o pedágio, não vai a Bombinhas. Com certeza não são só pelos R$20,00 de pedágio que o local deixará de ser frequentado. As vezes é ruim mesmo de estacionar lá, mas isso não tira o brilho do local. Vivemos em um País democrático de direito onde vamos onde queremos e principalmente podemos pagar para frequentar. Quem quer ir no Morro dos Ventos já paga para entrar! Lógico que é uma propriedade particular, mas é a mesma coisa, vai quem quer! Bom dia.

  • José Bonifácio
    04 Ago 2014 às 08:45

    Bombinhas sempre foi uma praia excelente. E agora, tende a melhorar. Onde se paga, se respeita!

  • Clari
    04 Ago 2014 às 08:42

    "Se a moda pega " , todas as Praias brasileiras vão seguir no mesmo ritmo e "estrangeiros" que já compraram praias devido a copa certamente receberão a devolução do investimento e certamente as praias estarão "limpas" sem sujeira e também sem brasileiros.A democracia está indo pelo "ralo" e o comunismo está ganhando espaço nascendo como uma ferida que poderá perder o controle caso está prefeitura abra os olhos e não se torne refém da própria lei que seus filhos terão que suportar , não podendo pisar no próprio solo que seus antepassados conquistaram com suor , luta e dignidade.Políticos e moradores abram os olhos.

  • Cuiabano
    04 Ago 2014 às 08:40

    Achei boa essa medida da prefeitura de Bombinhas, quando eu fui lá não encontrei lugar para estacionar. Quanto ao comentário do Fredão, acho que ele não conhece a população do litoral de SC, formada predominantemente por decendentes de açorianos, um povo muito simpático.

  • reynilson
    04 Ago 2014 às 03:54

    Que vergonha,voçes da prefeitura,ira se arrepender.O turista de todo o brasil ira te boicotar.

  • Luiz
    03 Ago 2014 às 22:25

    Isso é um roubo, 5 milhões arrecadados e dizem que vão investir em preservação ahh tahh, só trouxa para acreditar. A cidade vizinha deveria proibir a entrada já que a prefeitura de Bombinhas vai cobrar também dos munícipes da cidade que faz limite. Se depender de mi esses safados não vão ganhar um centavo, porque Bombinhas nunca mais.

  • Jeves Bejame Salvino
    03 Ago 2014 às 13:15

    Parabéns, o laser e o entretenimento deve estar contemplado nas políticas salariais do povo brasileiro. Otima medida, prefeitura.

Sitevip Internet