Olhar Direto

Quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Obra de trecho caótico da avenida do CPA está paralisada há 6 meses; veja fotos

Da Redação - Wesley Santiago

14 Dez 2014 - 08:30

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Obra de trecho caótico da avenida do CPA está paralisada há 6 meses;  veja fotos
As obras da trincheira Luiz Felipe, que será construída na avenida Historiador Rubens de Mendonça (avenida do CPA), estão paradas há praticamente seis meses. De acordo com o Consórcio VLT, os trabalhos foram paralisados pouco antes da Copa do Mundo de 2014 e só serão retomados em 2015. O trânsito no trecho é um dos mais caóticos de Cuiabá.

Veja mais:
Trânsito de VG sofrerá nova alteração para sequência de obras do Consórcio VLT
 
A assessoria de imprensa do Consórcio VLT, que é responsável pelas obras, informou ao Olhar Direto que isso deve-se pois o trecho  um (Aeroporto-Porto) foi priorizado pelo Governo do Estado e os funcionários foram realocados para a implantação dos trilhos em Várzea Grande.
 
O Consórcio informa que desde junho deste ano, 100% das estacas e dos tirantes haviam sido executados. Por conta dos trabalhos, o trânsito no local era caótico, principalmente,  nos horários de pico. A fila de veículos imensa, já que as pistas foram reduzidas por conta dos tapumes colocados no local.
 
A obra
 
A trincheira Luiz Felipe terá 340 metros de extensão por 32 metros de largura. Será constituída da via permanente, para passagem do VLT, e três faixas de rolamento por sentido, para tráfego geral dos veículos. Sobre a trincheira serão construídos dois viadutos (rotatória) que serão usados para conversão e acesso à rua Luiz Felipe - sentido Rodoviária de Cuiabá - e em direção ao bairro Terra Nova.

16 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Paulo Policarpo.
    15 Dez 2014 às 14:20

    Essa é a tal da obra totalmente desnecessario. Liga nada a nada.

  • jose
    15 Dez 2014 às 14:13

    Gostei da reportagem OD. Quem mora nesta região está sofrendo mais que tatu faqueado, pois para ir para o CPA não tem retorno na Avenida, o único retorno que tinha enfrente a farmácia Unimed foi bloqueado e nunca mais foi aberto, mesmo sem obra nenhuma não desbloquearam o retorno, parece que esqueceram tem pessoa que precisam usar os retornos, quem sai das proximidades do comper ou da havan tem que sair sentido a rodoviária fazer uma volta imensa e quebra enfrentar um transito sem fim na rua Enio Vieira para sair na Avenida do CPA. pelo amor de Deus, façam o favor de desbloquear o retorno enfrente a farmácia Unimed.

  • j Aparecido
    15 Dez 2014 às 12:22

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • revoltado
    15 Dez 2014 às 09:11

    esta ai mais uma herancao maldita desse irresponsavel governador que esta saindo e deixando muitas obras sem acabar. sem contar com a divida que esta deixando para a populacao matogrossense , infelismente quem paga o pato e apopulacao, com os aumentos abusivel. o brasil esta prescisando de uma intervencao militar.

  • ELI ROCHA
    15 Dez 2014 às 07:35

    "Canaris" você está coberto de razão. Acho que pela primeira vez na história desse país, obras que custaram bilhões de reais não foram superfaturadas. Esse MPE, MPF e companhia limitada estão deixando a desejar, infelizmente.

  • Ademir
    15 Dez 2014 às 07:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Wesson Pinheiro
    15 Dez 2014 às 01:32

    Com o advento das chuvas, as laterais das pistas de rolamento se tornaram dois piscinões de água parada, ideais para a criação dos mosquitos da dengue. Enquanto a saúde pública se preocupa com garrafas e vasos com água parada, essa trincheira dá a dimensão da impunidade e do descaso com a epidemia já anunciada. Já não sei se é caso de saúde pública ou de polícia.

  • JOSEMAR
    14 Dez 2014 às 22:53

    ESSA OBRA NA LATERAL DA PISTA SENTIDO CENTRO CPA ESTÁ UM VERDADEIRO CRIADOURO DE SAPOS, BEM COMO FAVORÁVEL À PROLIFERAÇÃO DO MOSQUITO DA DENGUE. QUE OS RESPONSÁVEIS SEJÃO PENALIZADOS PELOS PREJUÍZOS CAUSADOS À POPULAÇÃO.

  • mulher ma
    14 Dez 2014 às 20:41

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • luciano
    14 Dez 2014 às 17:17

    É a cara do governo atual essas obras!!!! Que ridiculo! Cadê o MP nessa hora????

Sitevip Internet