Olhar Direto

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Cidades

Avenida do CPA deverá ficar interditada por até sete meses para correção de problemas

Da Redação - Wesley Santiago

09 Fev 2015 - 12:16

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Avenida do CPA deverá ficar interditada por até sete meses para correção de problemas
A avenida Historiador Rubens de Mendonça ( avenida do CPA), deverá ficar entre cinco a sete meses interditada para o conserto do viaduto da Sefaz (Jamil Boutros Nadaf), que apresentou problemas estruturais. As informações foram repassadas pelo secretário extraordinário do Gabinete de Projetos Executivos, Gustavo Oliveira, na manhã desta segunda-feira (09). Ele garantiu que o elevado não apresenta riscos à população.

Leia mais:
Erros elevam custo do VLT e obras podem custar mais de R$ 1,8 bi
 
O secretário revelou que a população da capital mato-grossense continuará a sofrer com os impactos causados por conta do atraso e da má qualidade das obras executadas na gestão de Silval Barbosa (PMDB): “De acordo com o que estamos planejando, a avenida do CPA deverá ficar entre cinco e sete meses bloqueada para o conserto do viaduto da Sefaz”.
 
Gustavo ainda garantiu que o elevado não apresenta risco à população: “As pessoas ficam com medo de passar debaixo do viaduto da Sefaz. Quero ressaltar aqui o que já foi dito antes, o viaduto não cai. De acordo com o laudo que foi feito e entregue para nós, ele está apto para suportar o próprio peso e nenhuma tragédia acontecerá do nada”.
 
Vale lembrar que o laudo apontava a necessidade de reforço na estrutura do viaduto da Sefaz, já que o elevado não aguentaria um peso extra, que seria o dos veículos para passando por ele. A correção dos problemas está sendo feita pelo Consórcio VLT, responsável por executar os serviços no local. Escoras serão colocadas no elevado na próxima semana para reforçar a segurança.

Viaduto da Sefaz

O viaduto da Sefaz, que foi o primeiro a ser entregue, tem 278 metros em formato de ferradura  com 7,13 metros de altura em seu ponto mais alto. O elevado faz parte do pacote de obras que integram o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), já que foi feito para possibilitar a passagem do novo modal pela parte inferior. O custo aproximado da construção foi de R$ 18 milhões.

18 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ana
    10 Fev 2015 às 11:57

    É do conhecimento de todos que a construção do VLT nao passa de uma utopia, a solucao mais viavel é demolir esse viaduto que nunca tera serventia alguma.

  • ARROCHA
    10 Fev 2015 às 10:00

    Tava caino pedaço sózinho, em cima dos carro que estacionaro lá!

  • Kamila
    10 Fev 2015 às 09:10

    O trânsito já está ruim, e com esse bloqueio só ira piorar. As ruas estão em péssimo estado e as soluções (promessas) somente a longo prazo. Essa história de VLT me lembra o tal "Metro de Superfície " de Salvador que há mais de 10 anos está em obras. E sabe o pior de tudo, os culpados estão desfrutando nos países de primeiro que proporcionam qualidade de serviços básicos a população. Nenhum na cadeia, e sim de conversas com Ministros. Lamentável Brasil!!!!

  • jose
    10 Fev 2015 às 06:38

    Os amarelinhos finalmente irão trabalhar em algo útil, e justificar os seus salários. Bom dia!

  • Américo
    10 Fev 2015 às 05:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juca Pirama
    09 Fev 2015 às 23:41

    O governo fez dois viadutos totalmente desnecessários, o do aeroporto e o da sefaz, só mesmo para evaporar com o nosso suado dinheirinho, pois, o tal VLT vai cruzar a pista de rolagem em nível em vários pontos, inclusive logo após a pinguelona do aeroporto, cuja utilidade será guardar estas sucatas espanholas então para que arriscar a vida dos trabalhadores? implode logo o trambolho da sefaz e acione judicialmente os responsáveis pela malversação do dinheiro público.

  • MARIA
    09 Fev 2015 às 18:20

    Sai de mim, nem com as correções passo em riba dessa ferradura. O problema é estrutural, falta ferro dentro, chama o Mandrake!

  • jose carlos
    09 Fev 2015 às 16:28

    Uma coisa a ser feita e´colocar amarelinho nas horas de pico ou seja, das 6 até as 9 da manha e liberar depois da 5 da tarde e fechar as 8 e trabalhar de madrugada como se faz em grandes capitais. Quem sabe os usuarios não passem tantos transtornos.

  • jose carlos
    09 Fev 2015 às 16:28

    Uma coisa a ser feita e´colocar amarelinho nas horas de pico ou seja, das 6 até as 9 da manha e liberar depois da 5 da tarde e fechar as 8 e trabalhar de madrugada como se faz em grandes capitais. Quem sabe os usuarios não passem tantos transtornos

  • GETULIO/CUIABA
    09 Fev 2015 às 16:19

    Lembram-se dos Outdoor com a frase: "O sonho esta proximo?" e vinha acompanhado da foto do autor?, pois é, a grana sumiu, ficou so pesadelo.

Sitevip Internet