Olhar Direto

Quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Notícias / Carros & Motos

Recall: Honda convoca mais 477 mil unidades de Fit, City, Civic e CR-V

Auto Esporte

28 Jul 2015 - 10:33

Recall: Honda convoca mais 477 mil unidades de Fit, City, Civic e CR-V
A Honda Brasil convocou nesta segunda-feira (27) uma ampliação do megarecall de quatro modelos por conta de um defeito no sistema de airbags. No total, a nova convocação afeta outros 477.580 carros, sendo 123.322 unidades do Fit, 75.508 do City, 219.013 do Civic e 59.737 do CR-V, todos fabricados entre 2007 e 2012. Levantamento realizado por Autoesporte aponta que a Honda já convocou mais de um milhão de carros para reparar defeitos de fabricação entre 2014 e 2015. Confira todos os chassis chamados neste último recall ao fim do texto.

Segundo a marca, os carros em questão apresentam uma falha na fabricação que pode fazer com que fragmentos metálicos sejam projetados contra os passageiros. A Honda explica que em caso de colisões frontais moderadas ou severas, a estrutura do insulflador das bolsas de segurança pode se romper, projetando as partículas em direção aos condutores. Em situações extremas, a falha causa danos materiais, lesões graves ou até fatais aos ocupantes e terceiros.

Apesar de reconhecer o problema, a Honda explica que os reparos só começarão em 3 de novembro. A montadora oferece o telefone 0800-701-3432 (de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h) para que os consumidores esclareçam dúvidas e confiram se seu carro faz parte do chamado.

Histórico

Segundo levantamento realizado porAutoesporte, em 2014 a Honda já havia convocado nada menos que 714.182 carros, sendo 236.087 unidades do Fit, 360.970 do Civic, 29.929 do CR-V e 87.196 do City. Em 2015, outros 171.203 carros apresentaram falhas na fabricação. Destes, 140.772 unidades eram do Fit, 26.071 do Civic, 165 do CR-V e 4.195 do Accord. Somando todos os recalls de 2014 e 2015, a Honda já chamou de volta às suas oficinas autorizadas 1.362.965 carros.

Alguns destes chamados fazem parte do megarecall global de carros que são equipados com airbags defeituosos fornecidos pela empresa Takata. Segundo levantamento feito pela agência Reuters, até agora já foram chamados de volta às oficinas de todo o mundo nada menos que 53 milhões de carros cujas montadoras usam as bolsas de segurança fabricadas pela empresa. Além disso, no início deste mês, o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) anunciou que irá apurar uma possível prática de cartel no mercado brasileiro de equipamentos de segurança para carros. A Takata Brasil S/A é uma das duas empresas investigadas pelo órgão.
Sitevip Internet