Olhar Direto

Terça-feira, 15 de outubro de 2019

Notícias / Economia

Lula diz que é cedo para descartar previsão de crescimento de 4% do PIB este ano

ABr

10 Mar 2009 - 17:18

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje (10) que ainda é cedo para descartar o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 4%, previsto pelo governo para este ano.

“Não descarto nada enquanto não terminar o ano, a única coisa que tenho clareza é que essa crise está exigindo que a gente trabalhe mais do que gente imaginava trabalhar. Vai exigir mais criatividade, mais ousadia, mais determinação, mais confiança e mais ações”, afirmou.

Lula comentou a estimativa da Confederação Nacional da Industrial (CNI) de que o PIB brasileiro ficará em torno de zero este ano. O presidente disse que mesmo que o crescimento seja pequeno, não haverá recessão.

“Mesmo que ele seja próximo de zero [o crescimento do PIB], o Brasil certamente será um dos poucos países do mundo, dos emergentes e dos grandes, que não terá uma recessão como terão os países ricos”, disse após almoço oferecido ao presidente do Uruguai, Tabaré Vásquez.

Lula afirmou ainda que as medidas tomadas pelo governo e outras que serão anunciadas, como o plano de habitação, vão impulsionar o crescimento do país e resultar em recuperação da economia.

“Aqui no Brasil sabemos das medidas que já tomamos, elas demoram um pouco para causar efeito, sabemos das medidas que temos que tomar e elas vão causando efeito ao longo do tempo, e acho que vamos começar a ter a partir de março, abril, maio, um período de crescimento. E penso que poderemos chegar ao fim do ano com boa recuperação econômica”.

Dados divulgados hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) revelam que o PIB referente ao quarto trimestre de 2008 diminuiu 3,6% em relação ao terceiro trimestre do mesmo ano, o maior recuo da séria histórica que começou em 1996.
Sitevip Internet