Olhar Direto

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Mundo

Papa chama massacre de Orlando de 'loucura homicida e ódio sem sentido'

O papa Francisco se manifestou, neste final de semana, sobre o massacre em Orlando que deixou 49 mortos e mais de 50 feridos. 

Citado pelo Catholic News Service o papa descreveu o ato como uma expressão da "loucura homicida e do ódio sem sentido".

"O massacre terrível que aconteceu em Orlando, com um número terrivelmente elevado de vítimas inocentes, causou no papa Francisco, e em todos nós, os sentimentos mais profundos de horror e condenação, de dor e confusão", afirma o Vaticano, em comunicado.

De acordo com a NBC, nesta segunda-feira (13) o pontífice também condenou a liberdade com que armas circularam no mundo se comparado aos obstáculos encontrados para a distribuição de ajuda. O papa criticou um"estranho paradoxo" em que ajuda e comida são obstruídas por barreiras, inclusive decisões políticas e ideologia, mas os armamentos não.

"Não faz diferença de onde as armas vêm - elas circulam com uma liberdade irrestrita e praticamente absoluta em muitas partes do mundo".

Quem também falou sobre o massacre foi a chanceler alemã, Angela Merkel.

Em um pronunciamento conjunto com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, a chanceler afirmou que o massacre não vai modificar a política de "abertura e tolerância" da Alemanha.

"Nosso corações estão pesados porque o ódio e a melícia de um único homem tomou a vida de mais de cinquenta pessoas, e acho que digo isso em nome de toda a delegação alemã aqui presente. Mas nós acreditamos, firmemente, que mesmo em casos de crimes graves que nos causam profunda tristeza, na continuação da nossa vida ampla e tolerante".

 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet
x