Olhar Direto

Quarta-feira, 17 de agosto de 2022

Notícias | Mundo

Terrorista de Orlando ligou para emissora de TV durante o ataque

Cerca de 45 minutos após o início do ataque a tiros na boate gay Pulse, em Orlando, a emissora de TV News 13, localizada a poucas quadras da casa noturna, recebeu uma ligação. O produtor Matthew Gentili estava atendendo a diversos telefonemas de espectadores na madruga do último domingo, mas a resposta do outro lado da linha foi inesperada: "Eu sou o atirador. Sou eu".

De acordo com Gentili, o diálogo começou com uma voz masculina perguntando "Você sabe sobre o tiroteio?". O produtor então confirmou que estava recebendo outras ligações que falavam sobre tiros na região. Neste momento, Omar Mateen, responsável pelo massacre que deixou 49 mortos e 53 feridos, lhe interrompeu e disse que era o próprio atirador.

Mateen afirmou que estava realizando um ataque em nome do Estado Islâmico (EI) e começou a falar em outra língua, aparentemente árabe. "Eu não sabia o que ele estava dizendo. Ele estava falando muito rápido", comentou Gentili à estação News 13. Quanto o produtor pediu para que falasse inglês, o atirador reforçou que agia "pelo EI".

Transtornado com a ligação, Gentili questionou a localização do homem, que disse que "não era da sua conta". Após uma longa pausa, fez uma última pergunta: "Há mais alguma coisa que você queira dizer?". "Não", falou Mateen, antes de desligar o telefone.

A polícia de Orlando não confirmou que o telefonema vinha de fato do atirador, porém, o editor-chefe da emissora diz ter sido capaz de identificar que o número de telefone batia com o de Omar. Após deixar o trabalho no domingo, Gentili foi entrevistado pelo FBI em sua residência. "Eu definitivamente estou mudado", comentou o produtor à News 13. "Nunca mais conseguirei atender um telefone sem pensar que é a ligação mais séria da minha vida".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet
x