Olhar Direto

Terça-feira, 17 de maio de 2022

Notícias | Mundo

Em petição à ONU, Lula alega violação de direitos humanos

O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva entrou com uma petição na Organização das Nações Unidas (ONU) alegando violação dos direitos humanos na condução da Operação Lava Jata, onde é acusado de corrupção. As informações são do site do jornal The Telegraph.

Segundo o jornal, Lula pode ser preso e ofuscar os Jogos Olímpicos Rio-2016. Ele recorreu ao famoso advogado britânico Geoffrey Robertson, especializado em direitos humanos, que defendeu o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, o ex-lutador de boxe Mike Tyson e o autor indiano Salman Rushdie.

“Seus telefones, os de usa família e advogados estão grampeados. As transcrições, bem como o áudio das conversas, estão sendo libertados para uma imprensa hostil. O juiz está invadindo sua privacidade e pode prendê-lo a qualquer momento e, em seguida, pode ser julgado sem um júri”, disse o advogado britânico.

Geoffrey acrescentou que “na Inglaterra, nenhum magistrado poderia agir dessa maneira. O juiz ainda tem o poder de deter os suspeitos infindamente na prisão até que confessem. Há uma barganha. Este sistema viola os direitos humanos fundamentais e já foi condenado por órgãos da ONU”.

“Este caso irá expor o problema da prisão preventiva e das condenações injustas no Brasil, feitas com base em confissões de suspeitos que só querem sair da prisão”, afirmou. Ele acrescentou que as investigações são “muito importantes para combater a corrupção, mas apenas se for de uma forma justa”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet