Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Ex de Luiza Brunet é acusado de abandono afetivo de filho

Guilherme Guidorizzi, Terra

11 Ago 2016 - 17:56

Lirio Parisotto deve ser acionado mais uma vez pela Justiça de São Paulo, após sofrer acusação de agressão a ex-namorada, Luiza Brunet. Dessa vez, o empresário pode ser acusado de abandono afetivo e quem move a ação é uma ex-namorada, com quem o milionário teve um menino, agora com 9 anos. Com isso, Lirio deve ter que pagar uma indenização.

Segundo a coluna Retratos da Vida , do jornal Extra , nesta quinta-feira (11), assim que o filho nasceu, o empresário reconheceu a paternidade e passou a cumprir o pagamento da pensão alimentícia. Três anos depois, ele acatou decisão judicial de revisão de valores em ação ganha pela advogada Eva Petrella. Nessa época, foi pedido a Lirio, agora réu após decisão do Ministério Público, que ele fizesse visitas frequentes ao filho com a intenção de haver um convívio saudável entre eles.

Empresário só reconhece publicamente uma filha

De acordo com fontes da coluna, o ex-namorado de Luiza deu seu sobrenome ao herdeiro, mas nunca entrou em contato com ele. O milionário se refere apenas a Liz Parisotto, psicóloga que mora nos EUA, como sua única filha. "A Justiça não pode obrigá-lo a conviver com o garoto ou dar amor a ele. Mas pode entender que isso causa danos irreversíveis à vida dele e estipular uma indenização", explicou esse informante ligado ao caso.

Eva confirmou que dará entrada na ação contra Lírio, mas optou por não dizer o valor da indenização que vai pedir. Luiz Kignel, advogado do empresário, alegou que não há ainda essa ação contra o milionário. "Não existe qualquer ação contra o Lirio e, que nós saibamos, a colega Eva Petrella não tem procuração da cliente para movê-la. Lirio e sua ex-namorada mantém um acordo sobre visitas e preferem deixar o assunto em particular", apontou.

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet