Olhar Direto

Quarta-feira, 18 de maio de 2022

Notícias | Cidades

PF indicia Lula por caso de corrupção em Angola

A Polícia Federal indiciou nesta quarta-feira (5) o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva em contratos da Odebrecht com a empresa Exergisa, que tinha seu sobrinho Taiguara Rodrigues dos Santos como sócio, em Angola, na África.

Segundo a revista Época , a PF diz que há evidências do pagamento mascarado de R$ 20 milhões em propinas pela empreiteira. Para os investigadores, os contratos só foram assinados por causa do parentesco de Lula com Taiguara e das relações próximas entre o ex-presidente e a Odebrecht.

O sócio da Exergisa também foi indiciado, mas por corrupção e lavagem de dinheiro, assim como sete executivos da construtora, incluindo Marcelo

Odebrecht. Ainda de acordo com a Época , o líder petista era chamado de "chefe maior" nas conversas entre a empreiteira e Taiguara.

O empresário é filho de Jacinto Ribeiro dos Santos, irmão da primeira mulher de Lula, já falecida. O ex-presidente já é réu em dois processos decorrentes da Operação Lava Jato. No primeiro, responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por supostamente ter recebido R$ 3,7 milhões em "vantagens indevidas" da construtora OAS, incluindo um apartamento tríplex no Guarujá (SP).

No outro, é acusado de obstrução das investigações da própria Lava Jato, ao ter tentado impedir o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró de assinar acordo de delação premiada, de acordo com o Ministério Público Federal.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet