Olhar Direto

Sábado, 25 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

BR-163

Delegado apura homicídio culposo em acidente com irmão de Wilson que matou quatro no MS

Foto: O Pantaneiro

Delegado apura homicídio culposo em acidente com irmão de Wilson que matou quatro no MS
O delegado Gustavo Mussi, da 1ª Delegacia de Polícia de Coxim, irá instaurar hoje, 27, inquérito policial para apurar as circunstâncias do acidente envolvendo o secretário de Gestão de Pessoas da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Elias Santos, de 50 anos. O acidente foi registrado às 18h30 de sábado (25), no km 735 da BR-163, em Mato Grosso do Sul, e resultou na morte de quatro pessoas. Elias Santos é irmão de Wilson Santos, titular da Secretaria de Cidades de Mato Grosso. 

Leia Mais:

Irmão de Wilson Santos sofre grave acidente automobilístico; quatro morrem

Ao Olhar Direto, o delegado que era o plantonista na data do acidente e esteve no local, informou que Elias deverá ser intimado assim que deixar a unidade hospitalar onde encontra-se internado. Ele poderá responder pelo crime de homicídio culposo (sem intenção). No entanto, somente após laudos da perícia criminal é que o inquérito será concluído. 

Mussi explicou que relatos de testemunhas coletadas no local do acidente apontam que um animal (anta) já estava morto no meio da pista no sentido de quem transitava no sentido de Cuiabá para a região de Coxim. "As testemunhas relataram inclusive que foram até o posto da PRF - que fica a cerca de um quilômetro do local - para informar sobre o animal na pista e logo depois se registrou o acidente", disse.

Elias, que estava dirigindo uma picape S10 tentou desviar e acabou colidindo quase frontalmente contra o Fiat Uno, que transitava no sentido contrário. O impacto foi tamanho que o carro foi arremessado em sentido inverso e capotou diversas vezes. Diante a violência, duas das vítimas foram arremessadas do automóvel. 

"A partir dos laudos iremos apurar se houve um crime ou não. Já descartamos um homicídio doloso pois ele {condutor} não estava embriagado. Foi realizada a perícia no local e tudo será devidamente apurado", informou. O prazo para a conclusão do inquérito é de 30 dias. 

Ainda segundo o delegado, o laudo irá apontar se a picape S10 de Elias estava em condições de trafegabilidade. Indagações como se os pneus estavam em acordo com a legislação e se o condutor estava trafegando dentro do limite de velocidade estabelecido pela legislação vigente serão respondidas pelos peritos e auxiliarão o procedimento instaurado. "Se algum desses itens sair da normalidade poderá responder pelo homicídio culposo". 

Em contato com os familiares das vítimas fatais - Élcio Walter de Jesus, 38 anos, Jucilei Silva Almeida, 32 anos, Patrícia Pereira da Silva, 32 anos, e Fabiane Martins - eles informaram à Polícia Civil em Mato Grosso do Sul que eles seguiam da cidade de Coxim em direção a um rancho conhecido como 'Chácara das Palmeiras', um balneário, onde pretendiam passar o domingo.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet