Olhar Direto

Notícias / Cidades

Viagem de VLT do Aeroporto ao CPA deve durar quase uma hora, estima secretário

Da Redação - Wesley Santiago

08 Abr 2017 - 08:16

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Viagem de VLT do Aeroporto ao CPA deve durar quase uma hora, estima secretário
O secretário adjunto do VLT, José Picolli, estima que uma viagem de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande até o Centro Político Administrativo (CPA), deverá durar quase uma hora. Além disto, ele crê que o modal cuiabano foi feito de forma segregada, diferente do que existe no resto do mundo e do que é recomendado.

Leia mais:
Governo acata recomendação do MPF e demolição de casas na ‘Ilha da Banana’ é adiada
 
“Acredito que de Várzea Grande até o CPA a viagem deve durar em torno de 56 minutos, contando com todas as paradas que o VLT terá pelo caminho. A cada 600 metros você tem uma parada, em cada uma delas tem o tempo de frenagem e aceleração, o que leva uns 45 segundos, são 22 paradas. Calculando o tempo, dá em torno disto”, estima o secretário, em entrevista ao Olhar Direto.
 
Picolli ainda lembra que o VLT pode facilmente chegar a 80 km/h, mas não o faz para não causar impacto nos passageiros: “Ele pode ir de 0 a 80 em apenas 4 segundos. Mas isto daria um impacto no passageiro e não teria necessidade, já que logo teria de iniciar a frenagem novamente. Por isso, tem que ser algo suave”.
 
Para o secretário, que foi diretor de implantação do VLT no Rio de Janeiro, o projeto feito em Cuiabá foi elaborado para deixar o modal segregado: “Em todas as partes do mundo, o VLT é integrado com a cidade, passam carros, motocicletas e pedestres por cima do trilho. Mas o nosso aqui é separado. VLT não é um transporte de alta velocidade”.
 
O VLT, conforme o secretário, terá prioridade em todos os cruzamentos de Várzea Grande e Cuiabá: “O trem vai cruzar a via em 15 ou 20 segundos, não trará grande impacto para o trânsito. Por isso, será necessário interligar os semáforos dos dois municípios, para dar prioridade para o VLT. Isso é algo que os motoristas também terão de ficar atentos”.
 
“Outra coisa que precisamos nos preocupar é com o treinamento dos operadores do VLT. Este treinamento dura pelo menos cinco meses. Além disto, também tem o pessoal que estará nas estações, que vão dar apoio”, finaliza Picolli.
 
Projeto
 
O modal terá dois eixos, Aeroporto-CPA e Centro-Coxipó, e será implantado no canteiro central das avenidas João Ponce de Arruda e FEB, em Várzea Grande; XV de Novembro, Tenente Coronel Duarte (Prainha), Historiador Rubens de Mendonça, Coronel Escolástico e Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá, totalizando 22 km de extensão.
 
Análise e acordo
 
O Ministério Público Estadual (MPE) iniciou a análise do acordo firmado entre o Governo do Estado e o consórcio responsável pela retomada das obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT). O documento foi entregue no último dia 31, pelo governador do Estado, Pedro Taques, e sua equipe, ao promotor de Justiça André Luis de Almeida, do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa da Capital.
 
O Estado acordou em pagar R$ 922 milhões para a conclusão integral da implantação do modal. A previsão é de as obras sejam concluídas em 24 meses.
 
No acordo firmado entre o Governo e Consórcio, a primeira etapa da obra será finalizada em março de 2018 e compreende o trecho entre o aeroporto de Várzea Grande até a estação do Porto, em Cuiabá.
 
Até dezembro de 2018 deverá entrar em funcionado todo o trecho da linha 1, num total de 15 quilômetros, entre o aeroporto de Várzea Grande e o Terminal do Comando Geral, na Capital. Já a linha 2, que compreende o trecho de 7,2 km entre a avenida Tenente Coronel Duarte (Prainha) e o Parque Ohara, no Coxipó, será entregue até maio de 2019.

26 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • henrique douglas
    12 Abr 2017 às 00:02

    parabéns senhor governador, tem feito o que prometeu para nós, muito obrigado.

  • marcelo fontes
    12 Abr 2017 às 00:01

    o governador está executando o que ele prometeu na campanha e isso é extremamente importante, parabéns Taques.

  • Solange Nunes
    11 Abr 2017 às 20:09

    Esta tendo transformação.

  • Manoel silva
    11 Abr 2017 às 20:08

    Parabéns ao governo do estado que esta em busca do vlt para melhorar a vida da população Cuiabá na.

  • Maria Luíza
    11 Abr 2017 às 18:33

    Obrigada governador por está fazendo o possível para que essa obra seja entregue o mais rápido possível.

  • ALEX
    11 Abr 2017 às 17:51

    uma hora? acho que vai durar uma eternidade secretariozinho de meia pataca ou tijela.

  • J.JOSÉ
    11 Abr 2017 às 17:48

    UÉ, ENTÃO DE BUSÃO AZUL CHEGA PRIMEIRO, 35 MINUTOS DO TERMINAL MAGGI NO TCHOP PANTANAR.

  • Servidor sofrido
    09 Abr 2017 às 22:36

    Taques pode esperar a sua hora vai chegar (surra nas urnas)...

  • cuiabano
    09 Abr 2017 às 22:01

    Modal só ficará pronto daqui uns 20 anos!

  • Cuiabano porreta
    09 Abr 2017 às 18:41

    muito melhor pegar um.uber..esse.modal vai.nascer falido...de carro uns 25 min de vlt 1 hora ? voteeee...pra pegar o vlt a pessoa tem que não ter o que mais pra fazer ...uma vergonha tanto dinheiro numa jeringonca dessas..

Sitevip Internet