Olhar Direto

Domingo, 19 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

homicídio culposo

Motorista diz não saber como perdeu controle de carro em acidente que matou estudante de medicina

Foto: Reprodução

Motorista diz não saber como perdeu controle de carro em acidente que matou estudante de medicina
A condutora do veículo no qual estava estudante de medicina Rafaela Teixeira de Almeida, 22, morta em um acidente automobilístico registrado na última semana, foi ouvida pela Polícia Civil e responderá a inquérito por homicídio culposo. Ela e uma testemunha, um rapaz que estava dentro carro, foram ouvidos ainda no domingo (30), quando a situação foi registrada. Embora a mulher, de 32 anos, tenha se negado a passar pelo teste do bafômetro, a suspeita é de que ela estivesse alcoolizada.

Leia mais:
Estudante de medicina da UFMT morre após carro capotar e ficar submerso

Ao Olhar Direto o delegado responsável pelo caso, Carlos Eduardo Lopes, explicou que, em decorrência do trauma e de uma pancada sofrida no acidente, a motorista não soube informar o que a teria feito perder o controle do veículo, que caiu em uma vala de escoamento. “Essa situação de trauma é muito comum nas vítimas, ainda mais porque ela foi ouvida no mesmo dia. Mas masis informações podem ser retomadas em outros depoimentos”.

De acordo com ele, a Polícia Militar (PM), acionada para atender a ocorrência, registrou um documento no qual apontava sinais de embriaguês. Carlos Eduardo reforça que são aguardados resultados de exames periciais e que as verdadeiras causas da tragédia só serão apontadas no fim do inquérito. “Embora ela não tenha realizado o teste alcoolemia, há outros meios de saber se havia consumido bebida alcoólica, ouvindo as pessoas que estavam com ela, por exemplo.”

Rafaela morreu na madrugada deste domingo (30), após o carro que ela estava capotar em uma vala de escoamento de água, no cruzamento entre as avenidas dos Ingás e Embaúbas, em Sinop (444 km de Cuiabá). A vítima ficou submersa na água, chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Ela participava de uma despedida e iria embora do município na segunda-feira (01).

Moradores da região acionaram os policiais, que encontraram o carro capotado dentro da vala. A universitária estava submersa de cabeça para baixo na água. Com apoio de moradores, os militares conseguiram retirar o carro de cima da estudante.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e ainda prestou os primeiros socorros. Rafaela foi encaminhada para o Hospital Regional de Sinop, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Amigos da estudante contaram que ela estava em um bar da cidade, onde acontecia uma despedida para ela, que havia desistido do curso de Medicina na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet