Olhar Direto

Notícias / Política MT

Nilson Leitão recua e pede suspensão de projeto que propõe mudanças nas leis trabalhistas rurais

Da Redação - Érika Oliveira

09 Mai 2017 - 11:10

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Nilson Leitão recua e pede suspensão de projeto que propõe mudanças nas leis trabalhistas rurais
O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) pediu para que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), suspenda a instalação da comissão especial – “já criada” – que iria analisar o Projeto de Lei nº 6442/2016, do qual ele é autor, que trata especificamente de mudanças nas leis dos trabalhadores rurais.

Embora defendesse a proposta com afinco, Leitão recuou após ser duramente criticado, inclusive pelo presidente de honra de seu partido, o ex-presidente da república Fernando Henrique Cardoso, que chamou o projeto de “loucura”. A informação foi confirmada pela jornalista Miriam Leitão, em sua coluna no jornal O Globo.

Leia mais:
FHC critica proposta de Leitão sobre reforma trabalhista rural: aquilo é uma loucura

“Vou pedir oficialmente ao presidente Rodrigo Maia para suspender a instalação da comissão especial, já criada”, disse o deputado.

A polêmica foi levantada em função de um artigo que prevê a possibilidade do trabalhador receber "remuneração de qualquer espécie”. Ou seja, propõe o pagamento dos trabalhadores rurais mediante fornecimento de alimentação e moradia e não com remuneração salarial.

Na íntegra, o artigo 3º diz que: “Empregado rural é toda pessoa física que, em propriedade rural ou prédio rústico, presta serviços de natureza não eventual a empregador rural ou agroindustrial, sob a dependência e subordinação deste e mediante salário ou remuneração de qualquer espécie”.

Conforme a coluna do O Globo, o deputado afirmou que não era a intenção do projeto provocar tais discussões. Ele reconheceu que o texto possui alguns pontos questionáveis e que vai “esclarecer, debater e corrigir qualquer interpretação diferente da intenção proposta”. 
 

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cicero lima
    10 Mai 2017 às 20:37

    Sr. Leitão que tal os deputados também trabalharem pela bóia e moradia, sem acordos e sem mensalinho.

  • Cicero lima
    10 Mai 2017 às 18:31

    Esse camarada, o seu partido PSDB, e todos que apoiam esse governo, já estão tirando todos os direitos conquistados em anos. Todos nós teremos saudades do BRASIL dos trabalhadores.

  • ziraldo
    09 Mai 2017 às 21:59

    seu leitao o sinhor está impedido de se pronunciar, vai que sai outra perola igual pagar trabalhador com casa e comida, fora leito

  • zunni
    09 Mai 2017 às 17:05

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • capimmt
    09 Mai 2017 às 15:52

    Depois do recente espetáculo de impunidade protagonizado pelo trio de Supremos, nada mais me indigna, em termos de política, nesta republiqueta. Porém, certos ou incertos políticos, tanto pelo teor de suas proposições, quanto pela desenvoltura com que agem em plena luz do dia, demonstram clara, cristalina e acintosamente, que perderam, por completo, o medo e a vergonha da opinião pública. Se porventura desejam chafurdar na lama, que o façam, mas com dignidade. Não venham tentar explicar que esta proposta é um avanço nas relações trabalhistas rurais. Por favor. Em sã consciência. Será que o nobre deputado leitão, ou mesmo sua assessoria, se por acaso tiver, porventura, sequer se permitiram imaginar, que não haveria graves repercussões a uma proposta destas??? Não precisa tentar explicar: toda a opinião pública brasileira já entendeu!

  • El Cid
    09 Mai 2017 às 13:34

    Contribuinte, Nilson Leitão é técnico em contabilidade, não é do agronegócio, aprenda a conhecer as pessoas. E sobre a palavra senzala, há pessoas que intelectualmente vivem nela permanentemente por não saber se libertar da ignorância. Creio que pela forma que você expressa, talvez seja um morador desse tipo de senzala!

  • Levi
    09 Mai 2017 às 12:28

    Esse Nilson Leitão é uma piada! Aliás, uma piada de muito mau gosto.

  • Contribuinte
    09 Mai 2017 às 12:15

    Continuem votando nos candidatos do agronegócio, em empreiteiros, em donos de empresas de ônibus. Logo estaremos todos em senzalas!

  • Turma do Taques
    09 Mai 2017 às 12:13

    Tutti buona gente

  • Léo
    09 Mai 2017 às 12:10

    O estrago já foi feito e mostrou quem você é realmente! Até às próximas eleições...

Sitevip Internet