Olhar Direto

Segunda-feira, 13 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Motorista que atropelou e matou dois indígenas diz que deixou cena de crime por medo

Da Redação - Patrícia Neves

20 Jun 2017 - 14:51

Caminhão será periciado

Caminhão será periciado

Identificado o motorista do caminhão que atropelou três indígenas na Rodovia MT-170, no município de Brasnorte (579 Km a Noroeste) no último dia 13. João Carlos de Oliveira Faria, 55, foi localizado em uma oficina mecânica em Pontes e Lacerda (448 km a Oeste), onde faria o conserto do caminhão danificado em decorrência do acidente. Dois deles morreram na hora. Ele será ouvido ainda hoje, 20. Informalmente, ele declarou que João Carlos disse que fugiu por medo de uma reação da população indígena e que foi aconselhado por populares que estavam no local do acidente.

Leia Mais:
Dois índios morrem e um fica ferido em acidente na MT-170; vítimas estavam em motocicleta

O atropelamento aconteceu na noite de terça-feira, a 75 quilômetros de Brasnorte, no trecho de acesso à cidade de Juína (735 km a Noroeste). A motocicleta em que estavam os três índios da etnia Rikbaktsa foi atingida pelo caminhão da marca Iveco, conduzido pelo suspeito.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista não prestou socorro e fugiu do local do acidente. Duas vítimas do atropelamento não resistiram aos ferimentos e morreram, uma delas no local do atropelamento. A terceira vítima permanece internada em estado grave.

Através dos destroços do veículo encontrados ao longo da rodovia foi possível identificar o caminhão como sendo de Pontes e Lacerda. Em diligências na cidade, policiais localizaram o veículo em uma oficina mecânica em que seria realizado o seu conserto.

O caminhão passará por perícia e o suspeito será ouvido na Delegacia de Pontes e Lacerda. Os trabalhos serão encaminhados a Delegacia de Brasnorte, responsável pelo inquérito policial que investiga o caso. 
Sitevip Internet