Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de julho de 2019

Notícias / Esportes

Inacabada, sem público e até com falta d’água, Arena Pantanal espanta imprensa nacional; fotos e vídeo

Da Redação - Wesley Santiago

13 Fev 2018 - 17:05

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Inacabada, sem público e até com falta d’água, Arena Pantanal espanta imprensa nacional; fotos e vídeo
Para os mato-grossenses, talvez os já velhos problemas da Arena Pantanal podem não ser novidade. Porém, para a imprensa nacional, causa espanto as notícias de que o estádio utilizado em quatro jogos da Copa do Mundo e que recebeu partidas de diversos campeonatos nacionais continua inacabado, mesmo tendo custado mais de R$ 600 milhões. O jornalista Cosme Rímole, que esteve em Cuiabá para um seminário que discutiu justamente o futebol do Estado, mostrou ao Brasil o que viu na ‘Cidade Verde’, e a impressão não foi nada boa.

Leia mais:
Presidente da FMF descarta uso dos COTs para jogos e tenta trazer times da Série A para Arena Pantanal
 
Logo no início de seu texto, o jornalista já mostra o descontentamento com o que viu: “O sentimento que impera para alguém que não conhecia a Arena Pantanal, como eu, foi de revolta. Na Copa do Mundo, governantes garantiam que o estádio daria, no mínimo, R$ 25 milhões em receitas. (...)Mentira deslavada. Arena está é acumulando prejuízo de R$ 4 milhões ao ano. Não consegue gerar receita. A média de torcedores no Campeonato Mato-grossense em 2017 foi de 766 pessoas”.



O jornalista elencou, os já conhecidos problemas da Arena Pantanal: inacabada, sem público, falta d’água para os jogadores nos vestiários e até banheiros. Do lado de fora, os problemas continuam: “Abandonada, à noite estava se transformando em local de reunião de usuários de crack, mendigos, pivetes assaltantes. Só depois de muitas denúncias, a PM montou um posto no local, o que não significa segurança, pelo contrário. Há muito medo de quem precisa passar pelas imediações da arena, após o sol se por”.
 
Elaborado para ser um complexo multiuso, a Arena Pantanal não tem estrutura para shows, assim como já noticiou várias vezes o Olhar Direto. Isso porque não existe um tablado, que serviria para proteger o campo dos estragos causados por tal evento. Mesmo assim, alguns pequenos shows foram realizados no estádio, como no ‘Amigos Pela Solidariedade’.
 
Imbróglio
 
O que também machuca os torcedores é não vislumbrar que em um futuro próximo a situação possa ser alterada. A obra continua judicializada, por desacordos entre a Mendes Júnior – responsável pela construção – e o Governo do Estado. Telões e sistema de som do estádio, continua sem funcionar. Os elevadores também têm problemas e já foram os ‘responsáveis’ por prender diversas pessoas por vários minutos.
 
O contrato do consórcio responsável pela Tecnologia da Informação do estádio também está sendo discutido na Justiça, bem como o referente aos mobiliários. Essas questões, segundo a Secid, dificultam a entrega definitiva da obra. O contrato de TI da Arena está na lista como um dos não concluídos e que devem ter resolução no próximo ano.
 
A intenção do Executivo é entregar o estádio para que seja gerido por uma empresa. Para que seja elaborada uma Parceria Público-Privada (PPP), o governo instituiu um grupo de trabalho – que contará com representantes de diversos órgãos e entidades - que acompanhará a elaboração e avaliação da modelagem apresentada pela(s) empresa(s) autorizada(s), com vistas à manutenção e ampliação das atividades para além do futebol na Arena Pantanal.
 
A decisão foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), que circula nesta quinta-feira (08). O documento também traz a prorrogação da entrega da modelagem do Projeto Arena Pantanal pela empresa OAS por mais 60 dias a partir do dia 06 deste mês, conforme solicitação expressa e autorização do Conselho Gestor de Parcerias Público-Privadas do Estado de Mato Grosso.
 
Clique AQUI para conferir a publicação do jornalista Cosme Rímole

19 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • csar
    14 Fev 2018 às 16:55

    Que escolheu esse mosquiteiro para colocar no entorno da arena, hoje deve esta arrependido. Por que ficou feio de mais... "Era verde" agora e cor de terra.

  • Bob
    14 Fev 2018 às 15:20

    EU ANDO DE SKATE LÁ

  • Antônio
    14 Fev 2018 às 14:21

    KKKK, na foto da matéria no R7 tem dois pobres meninos fantasiados de cuabanistas. Quando é assim devem ser filhos de algum funcionário da borracharia querendo mostrar serviço pro patrão. kkkk. Flagrante é que o Cuiabá usa tudo da mesma cor que a Prefeitura de Cuiabá, e não se sabe nem como algum cidadão cuiabano (não confundir com cuiabanista) e a própria prefeitura ainda não acionou o Ministério Público pelo mal uso da visualidade da municipalidade pelo clube da borracharia do empresário gaúcho. Só em Cuiabá mesmo que sentam na cabeça do povo e isto tudo é muito natural.

  • Rodivaldo
    14 Fev 2018 às 14:06

    Apenas um jornalista de São Paulo para ter esta lucidez. Sem rabo preso com a imprensa local de Cuiabá, falou o que tinha que falar. A TV Centro América esvazia ainda mais o torneio estadual transmitindo os jogos. Mas é bom acrescentar mais. A TVCA capta patrocínio junto com a FMF e se tornam adversários dos clubes na captação de recursos publicitários, que jã não são muitos. Vale lembrar que o presidente da FMF é o dono da Drebor Borrachas, dona do Cuiabá Esporte Clube, único clube interessado nessa transmissão ao vivo. Nas entrevistas, a TVCA usa um banner seu, ao invés de usar um banner dos clubes. Assim, prejudica até mesmo a alardeada visibilidade dos clubes com seus patrocinadores, beneficiando apenas os patrocinadores da TV e da FMF. Que torneio tem futuro com esta administração voltada para federação e para os interesses da TV, e não para os clubes? Isto, no entanto, não redime os clubes de se tornarem mais profissionais. São vítimas da TV e da federação exatamente por serem mal administrados. A situação da Arena é apenas reflexo disto tudo.

  • MANEZINHO
    14 Fev 2018 às 13:16

    tudo que é feito com dinheiro publico é tratado desta forma(totalmtimesente um discaso), outra coisa é que não temos um futebol de ponta (times mediocres, campeonato mediocre)infelizmente estamos a merces desses politicos enescrupolosos que só pensam neles. só lembram de nós na época da politica.

  • socó baleado
    14 Fev 2018 às 13:13

    quando o povo valorizar o que é local, o futebol volta a ser grande, parar de ser torcedor de tv de times de fora.

  • Lisandro Peixoto Filho
    14 Fev 2018 às 12:20

    Sem saída via futebol. É como cachorro correndo atrás do próprio rabo! Bom pensar em outra utilização como rodeios, circuito de moto shows, shows circenses, apresentações culturais com folclore locais e internacionais, desfiles de carnaval, shows musicais, etc Correto e salutar o complexo sob gestão e segurança da iniciativa privada a livre utilização, cabendo ao Estado a arrecadação dos tributos, fiscalização do cumprimento das normas e leis, e execução de segurança nas vias do entorno. Caso contrário o elefante cada dia mais forte e voraz como um leão a consumir verbas públicas!

  • josé
    14 Fev 2018 às 11:48

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Samuel Levy
    14 Fev 2018 às 11:11

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Ahmenon
    14 Fev 2018 às 11:03

    UM DOS DETALHES MAIS VERGONHOSO DESTA ARENA É QUE NO ELEVADOR PARA AS CABINES DE IMPRENSA QUE SERIA PARA DEZ PESSOAS SE ENTRAR QUATRO ELE TRAVA.

Sitevip Internet