Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Notícias / Cidades

Tribunal de Contas da União determina auditoria em aplicação de recursos no VLT

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

08 Mar 2018 - 15:45

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Tribunal de Contas da União determina auditoria em aplicação de recursos no VLT
O ministro José Múcio Monteiro, do Tribunal de Contas da União (TCU), determinou auditoria para apurar como os recursos nas obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande foram e estão sendo aplicados. O modal que teve o orçamento de R$ 1,4 bilhão era para ter ficado pronto na Copa do Mundo de 2014, mas até hoje está paralisado.

Leia também
Veja como ficarão viadutos construídos nas avenidas das Torres e Beira Rio em Cuiabá


“As obras encontram-se paralisadas desde dezembro de 2014, embora tenha sido liberado para o consórcio contratado cerca de R$ 1,06 bilhão, valor equivalente a mais de 70% do previsto. O contrato não chegou a ser rompido e sua retomada passou a ser debatida no âmbito judicial, considerando a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal”, diz trecho do voto do ministro.

No ano passado o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) solicitou a Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados que pedisse ao TCU para realizar uma verificação nas obras do VLT.

Segundo as delações premiadas do ex-governador Silval Barbosa e do ex-secretário Pedro Nadaf, as empresas do Consórcio VLT pagaram cerca de R$ 18 milhões de propina. Em setembro do ano passado, a Polícia Federal deflagrou a operação Descarrilho que apurou fraudes em contratos na obra do VLT.

“As obras encontram-se paralisadas desde dezembro de 2014, embora tenha sido liberado para o consórcio contratado cerca de R$ 1,06 bilhão, valor equivalente a mais de 70% do previsto. O contrato não chegou a ser rompido e sua retomada passou a ser debatida no âmbito judicial, considerando a ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal”, diz trecho do relatório.

O governo atual trabalha com um novo edital para contratar um novo consórcio para dar continuidade e finalizar a obra do VLT. O modal teve o orçamento inicial de R$ 1,477 bilhão, do qual já foi desembolsado R$ 1.066 bilhão.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Gilberto Ramos
    09 Mar 2018 às 08:36

    Bom dia, sinceramente, deveriam utilizar estes vagões para outros fins. Poderiam colocar alguns como bibliotecas públicas em algumas praças, outros como pontos de ônibus climatizados e ainda locar ou vender para empreendedores para usar como food truck ou ainda floriculturas. E as áreas onde estão os trilhos, utilizar para colocar equipamentos de ginástica e pistas de caminhadas. Logicamente rearborizar tudo. Vai sair mais barato do que tentar implantar o VLT goela abaixo. Minha opinião.

  • HENRIQUE
    08 Mar 2018 às 17:41

    Pela quantidade da auditorias realizadas, essa obra só vai ficar no papel. Chega de tanta incompetência. Devolva nossas avenidas arborizadas, quem sabe um dia Cuiabá voltar a ser a CIDADE VERDE.

  • Carlos
    08 Mar 2018 às 17:36

    AGORA O GOVERNO VAI JOGARA A CULPA NO TCU PELA INCOMPETÊNCIA DE CONCLUIR ESSA OBRA...WILSON SANTOS E TAQUES NUNCA MAIS....

  • CUIABANO
    08 Mar 2018 às 16:48

    VENDE LOGO ESSES VAGÕES E FINALIZA ESSA NOVELA OS POLÍTICOS NÃO IRÃO PRESO E NEM IRÃO DEVOLVER O DINHEIRO PORQUE NO BRASIL O CRIME COMPENSA PROS POLÍTICOS. COMO ESTAMOS VENDO NAS MÍDIAS.

  • cesar
    08 Mar 2018 às 16:25

    Acho que a imprensa não deveria divulgar mais nada sobre VLT, salvo quando for iniciar as obras e se iniciar. Eu mesmo não perco meu tempo lendo tal matéria.

Sitevip Internet