Olhar Direto

Sexta-feira, 30 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Dilmar revela mágoa com troca no DEM e se recusa a ir em ato de filiação do grupo de Mauro

Da Redação - Érika Oliveira

23 Mar 2018 - 18:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Dilmar revela mágoa com troca no DEM e se recusa a ir em ato de filiação do grupo de Mauro
Um áudio que começou a circular em grupos de whatsapp nesta sexta-feira (23) trouxe à tona a consternação do deputado Dilmar Dal’Bosco, ex-presidente do Democratas em Mato Grosso, com a nova composição da executiva do partido, no qual Dilmar aparece como tesoureiro. Na gravação, Dilmar anuncia que não tem “condições emocionais e psicológicas” de comparecer no evento que irá marcar a filiação do grupo de Mauro Mendes à sigla, após o ocorrido.

Leia mais:
Nilson Leitão e Paulo Borges representam o PSDB em festa de filiação de Mendes e Botelho

“Eu sempre acreditei no DEM, mas infelizmente a maneira que foi feita agora essa nova provisória, sem sentar numa mesa para dizer quem seria presidente, quem seria vice, isso é impossível. Então, eu não tenho condições emocionais, psicológicas de ir nesse evento. Peço perdão e desculpas a todas as pessoas que acreditam no meu trabalho”, disse Dilmar.

Conforme a resolução, a Executiva do DEM em Mato Grosso passaria a ser presidida pelo deputado federal Fábio Garcia. Mauro Savi seria o vice-presidente de assuntos sociais, Mauro Mendes o vice-presidente de assuntos econômicos, Eduardo Botelho o vice-presidente de assuntos municipais e Júlio Campos secretário-geral. Dilmar foi elencado para a tesouraria, enquanto Jayme Campos e Adriano Silva serão membros do diretório.

Embora tenha sido nomeado, Dilmar dá a atender no áudio que poderá deixar o partido. Ele menciona, ainda, o fato de nas eleições passadas ter percorrido o Estado sozinho, sem o apoio de nenhum dos líderes, o que segundo ele teria provocado a perda de algumas candidaturas.

“Eu não queria fazer esse comentário, até porque eu admiro todas as pessoas, fui uma pessoa que construiu o partido. Quando todos saíram, nós tínhamos na época cindo deputados, depois três deputados, fiquei sozinho. Não teve nenhum líder do nosso partido que foi lá em Comodoro, que foi lá em Tapurah, que foi lá em Santa Helena, que foi lá em Carlinda, que foi onde nós tínhamos candidatura. Perdemos candidatura por causa de 20 votos, porque não teve liderança do DEM”, desabafou.

“Terça-feira estarei na Assembleia para trabalhar normalmente. Eu vou procurar o meu espaço, vou ver como eu fico para a eleição de 2018. Desculpa e obrigada a todos os meus amigos”, finaliza o deputado.

Conforme apurou a reportagem do Olhar Direto, Dilmar viajou para o município de Sinop nesta sexta-feira e, segundo sua assessoria, teria viajado para resolver compromissos pessoais.

A reportagem apurou que a resolução já foi derrubada pelo partido, mantendo somente Fábio Garcia na Presidência.

Confira abaixo nota publicada pelo DEM:

O DEM de Mato Grosso informa que a nova comissão provisória do partido no estado está em formação. Não há definição da distribuição dos cargos até o fechamento da comissão e da janela partidária. O DEM ainda tem expectativa de novas filiações durante a janela partidária e portanto a composição final da comissão somente será definida após o fim da janela.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet