Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Notícias | Política MT

Candidato a governo

Arthur Nogueira diz sentir "vergonha alheia" de Taques e cobra explicação de irregularidades na Caravana

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Arthur Nogueira diz sentir
O candidato ao Governo de Mato Grosso Arthur Nogueira (Rede) disse sentir "vergonha alheia" do governador Pedro Taques (PSDB) por conta da operação ‘Catarata’, do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), deflagrada na manhã desta segunda-feira (3) para apurar fatos graves na execução do contrato da Caravana da Transformação, um dos pilares da atual gestão.

Leia mais
Justiça ‘bloqueia’ bens de secretário e empresário por suposto esquema na Caravana da Transformação


De acordo com o candidato, que é policial rodoviário federal, Taques gasta milhões com a divulgação da Caravana e precisa explicar imediatamente à população do estado o que significam os mandados de busca realizados na Secretaria de Sáude.

“Sinto vergonha alheia. Ele [Taques] falar que a prioridade em seu governo é saúde, gastar com a divulgação de um programa, como sendo o principal do governo, e ter agora uma operação conduzida pelo Ministério Público, e pelo promotor Mauro Zaque, que é respeitadíssimo pelo seu trabalho. Isso é mais uma demonstração de que o governo foi marcado por escândalos e corrupção”, disse ao Olhar Direto.

“Ele terá que explicar o que são estas irregularidades no seu principal mote, que é a Caravana da Transformação. Não conhecemos os autos, mas estarei aguardando explicações do governador. Será que ele vai novamente dizer que não sabe de nada?”, questionou.

Ainda conforme o candidato, a operação ‘Catarata’ irá desestruturar o governador, que terá que explicar mais um escândalo ao invés de apresentar propostas no debate televisivo que acontece na noite desta segunda-feira (3).

“Com certeza, a poucas horas de um debate, isso desestrutura o governador, que além de ter que explicar tantas coisas no meio de um processo eleitoral, terá que explicar estas irregularidades na Caravana da Transformação. A saúde é um tema que abordarei e irei questionar”, finalizou.  

A operação 

Agentes do Gaeco cumpriram mandados de busca de apreensão na Secretaria de Estado de Saúde e na empresa 20/20, no nome de Fábio Vieira da Silva, localizada em Ribeirão Preto (SP), na manhã desta segunda-feira (3).

De acordo com o coordenador do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público, promotor de Justiça Mauro Zaque, o objetivo da operação é apurar “fatos graves na execução do contrato da Caravana da Transformação no tocante aos serviços de oftalmologia”.

A Caravana da Transformação é o principal programa da atual gestão, onde segundo o levantamento do próprio governo já realizou mais de 70 cirurgias oftalmológicas.  
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet