Olhar Direto

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Política MT

“O jogo só termina quando acaba”, diz Taques diante de crescimento de adversários

Da Redação - Lucas Bólico

21 Set 2018 - 17:30

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

“O jogo só termina quando acaba”, diz Taques diante de crescimento de adversários
O governador Pedro Taques (PSDB) minimizou possíveis leituras negativas ao desempenho de sua campanha à reeleição que podem ser feitas a partir de comparativo entre as duas pesquisas Ibope de intenção de votos para governo feitas em Mato Grosso. Taques oscilou negativamente eu viu seus dois principais adversários crescerem acima da margem de erro, dificultando a passagem do tucano para o segundo turno.

Leia também:
Ibope: Mauro Mendes apresenta maior crescimento e pode vencer no 1º turno
 
“Com total respeito e humildade”, sintetizou, sobre como recebeu os números apresentados por Ibope. “O jogo só termina quando acaba e vamos continuar trabalhando”, completou. A estratégia, de acordo com o tucano, deve ser a mesma já apresentada desde o início da corrida eleitoral.
 
“Mostrar ao cidadão o que fizemos, o que não tivemos condições de fazer e o que faremos no futuro, quando ganharmos as eleições”, declarou, tentando reforçar sentimento de confiança na vitória.
 
Quando começou a campanha, Taques sustentava que teria de fazer chegar ao eleitor as suas ações de governo que tiveram problemas na comunicação. Para ele, o plano já começa a surtir efeitos.
 
“Penso que sim, com o programa eleitoral isso [ações de governo] está chegando ao cidadão e nós temos mais 17 dias de campanha”, afirmou. “Nós vamos manter o ritmo de campanha, trabalhar todos os dias até o dia das eleições”, completou.
 
O quadro revelado pelo instituto Ibope mostra Mauro Mendes liderando a corrida eleitoral com 39%. Pedro Taques (PSDB) e Wellington Fagundes (PR) estão empatados em com 20%. Arthur Nogueira (Rede) tem 2% e Moisés Franz (Psol) 1%. Brancos e nulos totalizam 8% e os que não souberam ou não opinaram 10%.
 
Os dados mostram que Mauro Mendes cresceu 9% desde o último levantamento Ibope (protocolado na justiça sob o número 04065/2018) e caminha para uma margem de votação que pode lhe render uma vitória em primeiro turno. Outro ponto que ameaça a ida de Taques para o segundo turno é o crescimento de Wellington Fagundes, que subiu 5% e empatou com o governador. Já Taques, em comparação com o último levantamento, oscilou negativamente (dentro da margem de erro) em 2%.
 
“Nós estamos confiantes que ganharemos as eleições, mas os números revelam que teremos segundo turno nestas eleições. Eu quero continuar a trabalhar para que nós estejamos no segundo turno e estaremos no segundo turno, eu tenho absoluta certeza disso”, garatiu o tucano.
 
“Temos cinco candidatos respeitáveis, três candidatos mais fortes e necessariamente você precisa chegar a 100% somando todos os candidatos e 50% mais 1 voto para que não tenhamos segundo turno, mas nós acreditamos e confiamos em um segundo turno”, finalizou o governador, que nas eleições de 2014 ganhou a eleição para o Paiaguás no primeiro turno. 

Um total de 812 pessoas foram ouvidas pelo instituto Ibope. A margem de erro é de 3% para mais ou para menos. O levantamento foi registrado na Justiça Eleitoral sob o número 05998/2018. O nível de nível de confiança é de 95%.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet