Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de abril de 2019

Notícias / Política MT

Chefe da Casa Civil prevê base de Mauro Mendes forte na AL com 17 deputados

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

06 Fev 2019 - 14:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Chefe da Casa Civil prevê base de Mauro Mendes forte na AL com 17 deputados
O secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, minimizou o desgaste vivido com alguns deputados durante a votação do pacote de projetos no início do ano, ainda na legislatura passada, e projetou que o Governo terá uma base forte na Assembleia Legislativa, com aproximadamente 17 parlamentares, dos 24 empossados na última semana.

Leia também:
Dilmar rebate Wilson e lembra que tucano foi base do governo e membro de CPI da sonegação


Em visita a casa de leis na segunda-feira (4) para levar a mensagem do Executivo aos deputados, Carvalho disse que a situação vivida com os servidores públicos em janeiro e a posse de representantes sindicais na Assembleia, não trarão prejuízos à força do governador no legislativo, que deve contar com o apoio de no mínimo 16 deputados.

“Porque uma pessoa votou contra alguma medida que o governo tenha mandado para Assembleia Legislativa não significa que ela vai se posicionar fora da base. São coisas independentes e o Governo vai ter uma base forte, que está sendo formada. Acho que entre 16 e 17 deputados devem fazer parte de nossa base”, disse.

O chefe da Casa Civil também disse que para governar, o Executivo irá precisar da ajuda de todos os Poderes e principalmente de todos os deputados empossados, para que o Estado se desenvolva.

“O Governo depende dos outros Poderes para governar. Então não tem como vir aqui e não pedir esta ajuda. Precisamos da compreensão, com todo mundo olhando para o desenvolvimento do Estado, para o crescimento. Vamos estar sempre pedindo o apoio para todos os deputados, assim como para outros poderes”, explicou.

Até o momento, quatro deputados já declararam que vão atuar na oposição ao Governo de Mauro Mendes. São eles: Ludio Cabral (PT), Valdir Barranco (PT), Elizeu Nascimento (DC) e Wilson Santos (PSDB).

O tucano, inclusive já propôs uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar possíveis irregularidades na política estadual de renúncia fiscal implantada em Mato Grosso.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • João de BG
    06 Fev 2019 às 17:24

    Com certeza , nobre secretário, esses deputados não são empresários ricos que querem se aposentar da vida pública. Eles vão fazer o que é certo, o que está na lei. Não vão jogar titica no servidor público. Eles sabem como o voto desse inúmeros de trabalhadores, é importante.

  • helio
    06 Fev 2019 às 16:37

    Senhor Jorge Henrique, especifique melhor os servidores ai sim podemos enxugar a maquina publica como o senhor deseja.

  • Zeca
    06 Fev 2019 às 15:40

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Jorge Henrique
    06 Fev 2019 às 15:30

    Precisamos de boa base para defenestrar mamatas dos servidores públicos e enxugar a maquina pública.

  • JOAO
    06 Fev 2019 às 15:29

    PRECISA NÃO ABRE O COFRE

  • Areal
    06 Fev 2019 às 15:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Rondonopolitano
    06 Fev 2019 às 15:06

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet