Olhar Direto

Quinta-feira, 18 de abril de 2019

Notícias / Política MT

Selma apresenta Frente Parlamentar Ética Contra a Corrupção a ministro Sérgio Moro

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

05 Fev 2019 - 17:44

Foto: Isaac Amorim/ Gabinete do Ministério da Justiça

Selma apresenta Frente Parlamentar Ética Contra a Corrupção a ministro Sérgio Moro
No início dos trabalhos como senadora, a juíza aposentada Selma Arruda (PSL), empossada na semana passada, se reuniu com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, além de outros parlamentares para comunicar a formação da Frente Ética Contra a Corrupção (FECC), na tarde desta terça-feira (5).

Leia também
Vaga no TCE: ex-deputado joga a toalha, ex-presidente ganha força e promotor ‘surge’ na briga


Na reunião, que contou com a presença de deputados federais e senadores de outros estados, Selma contou um pouco de sua experiência como magistrada na comarca de Cáceres e pediu ao ministro mais atenção na região de fronteira.

“Fui juíza criminal por anos e numa vara cuja a especialidade era o combate a corrupção e as organizações criminosas. Eu acho que a nossa Frente, possa dar um olhar mais profundo e peço a sua atenção nisso, na questão sobre a fronteira seca. Em meu estado temos 750 km de fronteira seca. O fato preocupante é que ela está toda descoberta”, disse Selma

“Em 1999, quando trabalhei em Cáceres, tínhamos no mínimo três apreensões de droga por semana. A droga não parou de entrar. Por uma razão, ou outra, a droga tem entrado no país e isso financia o crime organizado”, acrescentou.

Na segunda-feira (4), mesmo dia que a FECC foi protocolada no Congresso, o ministro apresentou um projeto de lei anticrime com o objetivo de dar mais efetividade no combate a três frentes principais: corrupção, crime organizado e crimes violentos.

Frente Ética Contra a Corrupção

A deputada Adriana Ventura (Novo-SP), uma das idealizadora da Frente, explicou que a FECC atuará em três eixos principais: legislação, com reformas para garantir mais transparência, eficiência e integridade na gestão de recursos públicos de qualquer natureza; fiscalização, promovendo condições para permitir a fiscalização efetiva dos atos administrativos dos agentes públicos; educação, disseminando informações tanto internamente quanto externamente e incentivando os legislativos de cidades e estados a formarem frentes de combate similares.

Com 185 parlamentares de 20 partidos, a Frente Ética tem natureza política bicameral, suprapartidária, âmbito nacional e duração indeterminada. Parlamentares como a Senadora Selma Arruda (PSL-MT), Deputado Federal Luiz Flávio Gomes (PSB/SP), o Senador Alessandro Vieira (PPS/SE) e a Deputada Federal Carla Zambelli (PSL/SP) e o Deputado Federal Roberto de Lucena (PODE/SP), além de toda a bancada do Partido NOVO, já aderiram à Frente.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jose Angelo
    06 Fev 2019 às 09:40

    hipocresia

  • Carlos Nunes
    06 Fev 2019 às 09:16

    A Juíza SELMA sempre bateu de frente contra o Crime Organizado, as Facções, os Traficantes, os Corruptos, as Máfias de Mato Grosso...mandou um monte de chefões do crime pra cadeia. Foi só mencionar que talvez fosse candidata ao Senado, que "eles" iniciaram uma campanha pra DESMORALIZAR a Juíza...criaram um montão de fake news e outras coisas piores. Mas os eleitores confiaram na Juíza e cravaram o voto nela - foi a mais votada com 678.542 votos. Agora ela vai mostrar pra que foi eleita Senadora, pra combater a Corrupção Nacional e Estadual. É evidente que a Corrupção continua...mais camuflada do que nunca. Os mais de 70 executivos delatores da Odebrecht disseram: o maior ralo da Corrupção no país são AS LICITAÇÕES. Licitação virou caso de polícia...tem que criar um método de trabalho que defenda as Licitações disso. Cada vez que divulgam que vai ter mais uma Licitação milionária, a gente lembra dos delatores e imagina: Será que vão correr propina em mais essa? Será? Jamais saberemos, até que mais um delator premiado abra o bico e diga que sim.

  • Areal
    05 Fev 2019 às 21:26

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juca Lemos
    05 Fev 2019 às 21:13

    Gostei. Excelente grupo de atuação, que possa conseguir a liberação dos investimentos necessários aos trabalhos de segurança na nossa fronteira seca

Sitevip Internet