Olhar Direto

Terça-feira, 21 de maio de 2019

Notícias / Educação

Professora viaja 53km diariamente para dar aulas em escola onde implantou EJA

Da Redação - Isabela Mercuri

09 Mar 2019 - 11:10

Foto: Arquivo Pessoal

Professora viaja 53km diariamente para dar aulas em escola onde implantou EJA
Todos os dias, a professora Jurema de Oliveira viaja 53 quilômetros para chegar até seu local de trabalho: as salas anexas da Escola Estadual José Rodrigues dos Santos, localizada na região Canguçu, zona rural de Rondonópolis (219km de Cuiabá). O trajeto é realizado desde 2015, quando ela aceitou o ‘desafio’ e deixou o trabalho na cidade.

Leia também:
Estudantes da rede estadual realizam limpeza em praça no Quilombo

Jurema é professora da rede estadual de ensino há doze anos, e ajudou a implantar a educação de jovens e adultos (EJA) na escola em que trabalha atualmente. Segundo a assessoria da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), para ir até o trabalho, ela percorre um trajeto de poeira, geralmente com chuva, pela BR-163.

“Eu participei desde o início dos trabalhos e me orgulho muito disso. Hoje temos em nosso quadro de servidores, profissionais que concluíram o ensino médio aqui na escola. Podemos ver que a educação está cumprindo seu papel de fato”, afirma a professora, emocionada.

A escola aguardava profissionais qualificados para implantar a EJA. Segundo Jurema, seus alunos têm muito interesse em aprender. São pessoas que não tiveram a oportunidade de estudar na idade certa e agora procuram recuperar o tempo perdido.

“São trabalhadores rurais, mas são assíduos e comprometidos, vencem o cansaço das horas e dificuldades do trajeto até a escola e o retorno ao lar, feito quase exclusivamente pelo transporte escolar.  Mesmo com tudo isso, é muito gratificante lecionar para esses alunos todos os dias”, diz a professora, acrescentando que a “cada formatura é uma sensação do dever cumprido”.

11 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Josué Santana
    11 Mar 2019 às 14:27

    Essa quer aparecer por nada...

  • Chico Bento
    11 Mar 2019 às 09:05

    No interior onde moro, tem um campus da UNEMAT e outras particulares. Estudantes vêm de mais de outros municípios de mais de cem quilômetros de distância para estudar, de ônibus fornecidos pelos municípios de origem. Os das faculdades particulares, além de trabalharem durante o dia, ainda pagam pelos seus estudos. Fica claro que esta matéria não me espanta, muito menos me emociona.

  • Julis Ramos
    10 Mar 2019 às 22:42

    Parabéns Professora! Vc tem minha total admiração, por acreditar na Educação do ser humano e fazer um trabalho com muita dedicação e integridade! Deus a Abençoe!

  • Celso Amorim
    10 Mar 2019 às 21:52

    Grande coisa...

  • Laura Medeiros
    10 Mar 2019 às 21:52

    Não faz mais que a obrigação. Concordo com José Henrique. Mi-mi-mi por nada.

  • MILTINHO BIHAIN
    10 Mar 2019 às 01:24

    Um país se faz de homens e de livros. Parabéns professora. Penso que o nobre "ze" deveria seguir os conselhos de Monteiro Lobato.

  • Chico fumado
    09 Mar 2019 às 19:42

    Trajeto de poeira geralmente com chuva....Hummmmm que isso OD?

  • Luiz
    09 Mar 2019 às 17:05

    Parabéns, sua atitude é digna de recompensa. Espero que o Prefeito se sensibilize e lhe dê o devido conhecimento. Infelizmente existem pessoas idiotas, me refiro aos dois que comentaram antes de mim. Que Deus os perdoe, se não tem nada de bom para expressar, fique calado..

  • Russo
    09 Mar 2019 às 17:03

    22,5 km por dia. Normal, difícil se fizesse a pé e não recebesse por isso. Não vi nenhum ato heróico.

  • Jorge Henrique
    09 Mar 2019 às 12:26

    Não faz mais que a obrigação.

Sitevip Internet