Olhar Direto

Terça-feira, 19 de novembro de 2019

Notícias / Brasil

Adolescentes usaram revólver e arma medieval em ataque em Suzano; dez morreram

Agência Brasil

13 Mar 2019 - 11:17

Foto: Maiara Barbosa/G1

Adolescentes usaram revólver e arma medieval em ataque em Suzano; dez morreram
O comandante-geral da Polícia Militar, Marcelo Salles, informou que os dois adolescentes auores dos tiros na Escola Estadual Raul Brasil nesta manhã usaram um revólver calibre 38 e uma arma medieval semelhante a um arco e flecha.

Segundo os policiais, os atiradores atacaram, inicialmente, um lava-jato que estava ao lado do colégio e depois entraram na escola atirando na coordenadora pedagógica, num funcionário e nos estudantes.

Salles disse ainda que os estudantes atacados estavam na hora do recreio. De acordo com ele, os atiradores se suicidaram em um dos corredores da escola. Segundo o policial, há artefatos explosivos dentro do colégio, por isso é fundamental o isolamento da área.

Na parte externa do colégio, o governador de São Paulo, João Doria, disse ter visto hoje as cenas mais tristes da sua vida. Ele cancelou a agenda e seguiu para o local com autoridades de segurança pública e da área de educação do estado.

O crime ocorreu por volta das 9h30. Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes armados e encapuzados invadiram o local e efetuaram disparos contra os alunos.

À tarde, as autoridades de São Paulo concederão nova entrevista sobre o caso.

Chega a dez número de mortos

A Polícia Militar informou há pouco que sibiu para dez o número de mortos em decorrência do tiroteio na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, a 57 quilômetros de São Paulo. Mais 17 pessoas ficaram feridas.

Segundo informações da Polícia Militar, dois adolescentes armados e encapuzados invadiram o colégio e disparam contra os alunos.

Até o momento, a PM registrou a morte de cinco alunos, um funcionário do colégio, uma pessoa que passava pela rua no momento dos disparos, além dos dois autores dos diparos. Morreu ainda uma vítima levada para hospital. Informações preliminares indicam que eles se suicidaram.

O governador de São Paulo, João Doria, está no colégio acompanhando as investigações.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Reinaldo
    13 Mar 2019 às 22:18

    Todos são culpados, esquerda e direita, a história se repete no Brasil há mais de 500 anos, só mudará com cultura, disciplina e uma sociedade instruída no sentido de saber quais direitos cobrar, por exemplo o fim do privilégio dos poder judiciário, legislativo, executivo, fim da pensão vitalicia dos oficiais das formas armadas, enquanto fazem reforma da previdência para sacrificar o povo enquanto a elite assiste de camarote e ficam um bando gritando de um lado: "Lula Livre" e de outro: "Mito, mito", demorará uns 300 anos para termos esta sociedade que não se ilude com políticos.

  • Marcio
    13 Mar 2019 às 22:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Zeca
    13 Mar 2019 às 16:06

    Esse é o resultado de tantos anos da esquerda no poder. No Brasil mais vale um bandido na rua do que um trabalhador em seu serviço!

  • Marcos
    13 Mar 2019 às 15:51

    Enquanto isso, nosso presidente pega uma criança no colo e incita ela a fazer arminha com a mão.

  • Ondina
    13 Mar 2019 às 14:07

    As escolas precisam acordar pra essa realidade: existem alunos violentos capazes de cometer crimes dessa natureza. E não é somente em colégio público, não, nas escolas particulares também. É triste, mas é verdade. Inimaginável a dor dessas vítimas e familiares!

  • Johnson
    13 Mar 2019 às 13:07

    Macho negócio é o seguinte: "Eu não aprovo este tipo de atitude, mas que os assassinos pretendiam se suicidar no final, porque eles não foram no congresso ou não mataram um grupo de políticos que são acusados de corrupção? que zombam com o povo,

  • Maria
    13 Mar 2019 às 12:15

    O mundo esta completamente louco!