Olhar Direto

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias / Ciência & Saúde

Secretário debate federalização de hospitais regionais e projeto deve ser apresentado em 90 dias

Da Redação

21 Mar 2019 - 14:17

Foto: UFMT

Secretário debate federalização de hospitais regionais e projeto deve ser apresentado em 90 dias
O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, reuniu-se com a reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), professora Myrian Serra, nesta quarta-feira (20) para tratar da possível federalização dos Hospitais Regionais de Sinop e Rondonópolis. Eles debateram também a habilitação de outros dois Hospitais-Escola em Mato Grosso.

Leia Mais:
Após TAC com MP, Sinfra faz contratações emergenciais para transporte coletivo intermunicipal

Apesar de reconhecidas algumas adversidades, os gestores visualizam o projeto como uma possibilidade de melhoria do serviço prestado à população mato-grossense. 

“Acredito que essa seja uma questão extremamente convergente, que engloba a disposição da Secretaria de Estado e da UFMT. Por isso, juntamos forças e estipulamos a criação de um Grupo de Trabalho que terá a missão de levantar informações e dados referentes à viabilidade do projeto”, ressaltou Figueiredo.

Os elementos a serem apurados pelo Grupo de Trabalho auxiliarão a defesa do projeto junto à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) – responsável pela administração do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM), único hospital público federal do Estado, ligado à UFMT. 

“A comissão terá 90 dias para entregar os resultados da profunda avaliação. O Grupo de Trabalho ainda irá definir o que é necessário para operacionalização do projeto e qual é o sistema de gestão de cada hospital, mediante consultoria da equipe da EBSERH”, concluiu a reitora.

O prazo para a realização do levantamento de informações é prorrogável por mais 90 dias, sendo a avaliação dos dados uma ferramenta essencial para a perfeita tomada de decisão.

Representatividade

No encontro, também esteve presente o deputado estadual, delegado Claudinei, suplente da Comissão de Saúde e representante da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Além de acompanhar a questão, que diz respeito à Saúde e à Educação do Estado, o parlamentar integrou a mesa com o intuito de levar a relevante discussão à Casa de Leis.

“Assim que divulgada a composição do Grupo de Trabalho, a Assembleia será oficialmente notificada sobre o assunto e participará legitimamente do debate sobre a questão”, enfatizou o secretário de Saúde, durante a reunião.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Angelo Falcao de Figueiredo
    22 Mar 2019 às 08:06

    Acho uma boa essa proposta, desde que em cidade que tenha Curso de Medicina sob direção da UFMT e assim servirá como campo de estágio para alunos na fase inicial e para pós graduação de vários Cursps da área da Saúde.

Sitevip Internet