Olhar Direto

Segunda-feira, 20 de maio de 2019

Notícias / Cidades

Vendedora de joias é rendida e passa duas horas em 'poder' de assaltantes até ser abandonada em estrada

Da Redação - Thaís Fávaro

21 Mar 2019 - 17:44

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Vendedora de joias é rendida e passa duas horas em 'poder' de assaltantes até ser abandonada em estrada
A vendedora de joias, M.E.S., de 55 anos, sequestrada na manhã de quarta-feira (20), no bairro Jardim Paraíso, em Feliz Natal (510 Km de Cuiabá), foi abordada por dois homens quando voltava de uma Policlínica. Os sequestradores estavam armados e obrigaram a mulher a entrar no veículo, um HB20X, cor prata e ficaram com a vítima por cerca de duas horas, até liberta-la em um estrada próxima de uma fazenda, onde ela conseguiu pedir carona para um caminhoneiro. Até o momento ninguém foi preso.
 
Leia mais
Publicitária sofre sequestro relâmpago no estacionamento da UFMT e tem carro roubado

De acordo com a assessoria da Polícia Judiciaria Civil, a vítima estava em Feliz Natal para visitar clientes e receber um pagamento quando o crime ocorreu. Segundo ela, os assaltantes a mandaram sentar no banco do carona, com o rosto entre as pernas e entraram em uma estrada rural, onde ficaram por cerca de duas horas enquanto falavam ao telefone.

Os criminosos decidiram deixar a vítima em uma estrada próxima a uma fazenda e foram embora com o veículo. Os militares receberam uma informação de que havia uma mulher as margens da estrada pedindo carona e foram até o local para verificar a informação.

A vítima relatou aos policiais que percorreu o trajeto a pé até chegar na estrada principal para pedir ajuda. O HB20 foi encontrado dentro de uma plantação de milho as margens de uma estrada rural. As joias que estavam em dois mostruários e cerca de R$ 1.7 mil foram levadas pelos assaltantes. A vítima não soube precisar o valor do prejuízo. Ainda de acordo com ela, em nenhum momento os sequestradores a agrediram.

Em sua pagina no Facebook, o filho da vítima faz um relato emocionado e agradecendo pelo livramento da vítima. “Gostaria de agradecer primeiramente a Deus e agradecer a todos, que ajudaram direta e indiretamente a procurar e divulgar o acontecido na data de ontem! Minha mãe está bem. Já está em casa e está em repouso. Graças a nosso bom Deus, minha mãe pode continuar a vida dela. Gostaria também de agradecer a moça que enviou os áudios e avisou a polícia, relatando o acontecido. Sem essas informações, as coisas poderiam ter um desfecho diferente. Do fundo do meu coração, obrigado! ”, diz.
 
Até o momento nenhum dos suspeitos foi localizado.

A Polícia Civil investiga o caso.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • impunidade nosso maior mal
    22 Mar 2019 às 13:13

    NINGUÉM TEM SEGURANÇA PARA TRABALHAR NESSE ESTADO E NENHUM LUGAR , A CERTEZA DA IMPUNIDADE É O NOSSO MAIOR MAL, VIVEMOS PRESOS E OS BANDIDOS SOLTOS

Sitevip Internet