Olhar Direto

Quarta-feira, 22 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Bezerra chama Bolsonaro de “paranóico e desonesto” e afirma que Teté havia pedido demissão há um mês

Da Redação - Érika Oliveira

29 Mar 2019 - 12:35

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Bezerra chama Bolsonaro de “paranóico e desonesto” e afirma que Teté havia pedido demissão há um mês
O deputado federal Carlos Bezerra (MDB), que é bem verdade nunca esteve entre os maiores admiradores do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), pesou ainda mais o tom das críticas contra o pesselista após o episódio que terminou com o desligamento de sua esposa, Teté Bezerra, da Embratur. Em uma transmissão ao vivo em suas redes sociais, Bolsonaro afirmou que o motivo da demissão de Teté seria um jantar que custaria R$ 290 mil e que contaria com a apresentação do cantor Alceu Valença. Nesta sexta-feira (29), em entrevista ao Olhar Direto, o deputado emedebista chamou Bolsonaro de “paranóico e desonesto” e afirmou que sua esposa já havia pedido demissão há um mês.

Leia mais:
Bolsonaro diz que jantar de R$ 290 mil com dinheiro público provocou demissão de Teté Bezerra; veja vídeo

“O que ele fez foi um absurdo, ele é um despreparado, paranóico. O que ele fez mostra que ele não tem nenhum conhecimento nem sobre o turismo nem sobre o Governo dele. A Teté há um mês e pouco atrás já havia pedido demissão, mas o ministro pediu que ela ficasse. Depois foram nomeadas uma série de pessoas despreparadas e desonestas nas assessorias, pelo Governo. Em função de tudo isso, na segunda-feira, ela apresentou novamente ao ministro sua carta de demissão. No dia seguinte ele [Bolsonaro] me sai com esses impropérios”, disse o deputado.

Antes da live de Bolsonaro, Teté já havia anunciado que foi ela a autora do pedido de desligamento da função. No entanto, o presidente afirmou, no vídeo, que ao saber do evento determinou ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que o cancelasse e providenciasse a demissão da ex-deputada.

“Chegou ao meu conhecimento que a Embratur, sua presidente, está patrocinando um jantar. Eu acho que o Alceu Valença ia cantar no jantar. Preço do jantar: R$ 209 mil. Você ia pagar a conta. O que nós fizemos ontem mesmo, entramos em contato com o ministro do turismo, falei para ele simplesmente cancelar o jantar e tendo em vista o tamanho do descalabro, que cancelasse também a função da responsável pela Embratur. Então ela foi exonerada e página virada”, explicou Bolsonaro a seus seguidores.

Carlos Bezerra afirmou que o evento classificado pelo presidente como um “jantar” seria, na verdade, um encontro internacional com a participação de várias trades do setor do turismo mundial. E que os R$ 290 mil empenhados pela Embratur pagariam uma parcela de participação do Brasil no grupo, uma vez que os custos do encontro, segundo o parlamentar, ficariam a cargo de uma empresa inglesa.

“É uma feira internacional, não era um jantar. Esse ano foi escolhida a America Latina para sediar esse encontro. É uma empresa privada de Londres que banca isso há muitos anos. E cada país que participa do trade paga uma parcela anual de R$ 200 e poucos mil, que é isso que ele ta falando que é para pagar jantar. Não era para pagar jantar, era para pagar a parcela de participação do Brasil, que todos os países pagam. Ele não sabe de nada, fica sendo levado por mexericos. É um cara despreparado, desonesto e que só sabe agredir as pessoas dessa forma. Mas o que ele fez não prejudica a Teté, prejudica ao setor. Todo o trade está revoltado”, disse.

“Eu não sei se ele vai conseguir governar o Brasil assim não. Do jeito que vai, está de mal a pior. Lá em Brasília está uma esculhambação, o país está parado e ele não sabe o que fazer. Eu to preocupado com o Brasil, mas esse cara aí não tem condições nenhuma de governabilidade, acrescentou Carlos Bezerra.

Em nota, encaminhada à imprensa no início desta tarde, Teté reforçou as declarações de Carlos Bezerra e disse que o evento, ao qual Bolsonaro chamou de "jantar", teria a duração de três dias e uma expectativa de negócios em torno de US$ 374 milhões.

Veja a íntegra:

Nota de Esclarecimento

Em função das declarações do Presidente Jair Bolsonaro sobre a minha saída da presidência da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), seguem os seguintes esclarecimentos:
1. Inicio reafirmando que durante o período que exerci cargos públicos, sempre prezei pelos princípios da austeridade, economicidade e eficiência;
2. Entreguei carta de demissão ao ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, ontem, dia 28, mas estou demissionária do cargo desde o dia 20 fevereiro deste ano. Permaneci na função a pedido do ministro, que avaliou que não era oportuna a minha saída naquele momento;
3. Se em cenário imediato foi dito que houve pedido para minha demissão, por parte do Presidente, é preciso restabelecer a verdade de que eu já estava demissionária e essa decisão não estava relacionada a qualquer alegado “patrocínio de jantar”;
4. O episódio envolvendo o que seria um jantar, pago pela Embratur,  a um custo de 290 mil reais, na verdade se refere a participação do EMBRATUR na World Travel MarketLatin América – WTM Latin América, a maior feira internacional de turismo do Brasil e que se inicia ‪na próxima terça-feira‬ (02) e vai até quinta-feira (04), em São Paulo;
5. Será a sétima edição da feira no Brasil, organizada pela Reed Exhibitions, a mesma responsável pela WTM de Londres. A estimativa de negócios na WTM Latin América de São Paulo gira em torno de 374 milhões de dólares. Traz representantes de mais de 50 países e 10 mil visitantes de todo o mundo;
6. O Brasil é o país anfitrião desta feira e a participação do Ministério do Turismo e da EMBRATUR é uma ação de governo, integrada ao Planejamento Estratégico do Instituto para o desenvolvimento turístico do país. Inclui ações nos três dias de Feira, apresentando aos operadores internacionais as oportunidades de negócios que o país oferece. Estão programadas palestras sobre destinos turísticos brasileiros, encontros setoriais, agenda institucional, apresentação das plataformas digitais da EMBRATUR para a promoção do Brasil (VisitBrasil MarketPlace, VisitBrasil Academy, VisitBrasil Connect) e reuniões com parceiros estratégicos, como companhias aéreas e operadores de turismo;
7. O referido “jantar” é, na realidade, uma ação de relacionamento entre compradores e vendedores internacionais de turismo, uma ação bastante comum em eventos desta importância em todo o mundo, com o propósito de aproximar operadores brasileiros e operadores internacionais;
8. Os operadores internacionais convidados para as rodadas de negócios com os operadores brasileiros representam os seguintes países: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Bolívia, Canadá, Chile, China, Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Equador, Espanha, Estados Unidos, França, Guatemala, Holanda, Itália,  Japão, México, Noruega, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal, Reino Unido, Rússia,  Suíça e Uruguai;
9. Por fim, é preciso lembrar que dados recentes da Fundação Getúlio Vargas mostram que a cada R$ 1 investido em promoção turística,  R$ 17,50 retornam para a nossa economia. Os 290 mil que seriam investidos na WTM Latin America, portanto, trariam retorno de outros 5 milhões de reais para a economia do país, aquecendo o mercado, gerando emprego e renda para a população;
10. O turismo representa hoje 10,4% do PIB Mundial. É um dos setores econômicos que mais crescem no mundo e está no centro da estratégia de desenvolvimento sócio econômico de diversos países, como Portugal, Espanha, Nova Zelândia, África do Sul, Grécia. Países que tem superado crises e gerado empregos para a sua população nas mais de 50 atividades econômicas que compreendem o setor;
11. Dados do Conselho Mundial de Viagens e Turismo – WTTC, apontam que o turismo gera 1 em cada 10 empregos no mundo inteiro e, apenas no último ano, a cada 5 novos empregos, 1 é da área do turismo. No Brasil são 9 milhões de empregos direta ou indiretamente relacionados ao setor;
12. Mas sabemos que ainda temos muito a crescer. Dados apresentados hoje pelo IBGE mostram que são 13 milhões de pessoas desempregadas no país, portanto o Brasil precisa URGENTEMENTE retomar o crescimento econômico e gerar empregos e – consequentemente - qualidade de vida para os brasileiros. As declarações do Presidente da Republica, demonstram, porém, mais uma vez, seu total desconhecimento sobre os problemas que afligem o Brasil e o que pode ser feito para que o País se recupere.

Brasília, 29 de março de 2019

Teté Bezerra



Atualizada às 14h20

54 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Washington Mattos
    03 Abr 2019 às 06:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Adriana
    31 Mar 2019 às 08:14

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Resposta para Hélio
    31 Mar 2019 às 08:09

    Hélio, o Queiroz está sumido pq esta tendo uma aulas com Lulinha e tentando contato com a Marisa pra ver como se torna um laranja de sucesso! Perto destes dois, Queiroz é um João ninguém, vamos ao patrimônio: Sitio de Atibaia, Los Fubangos, "tripex", fazendas no Pará, milhares de cabeça de gado, prop Oi Telefonia, MRV Engenharia, Rede de Fármacos, ilhas, Jatos, Avon... etc... etc... etc.. Agora vamos aos valores movimentados por Queiroz: R$ 600.000,00 de entraida e mesmo valor de saída da conta corrente do meliante!! É, Queiroz precisa msm de um tutorial com a família Lula da Silva!!! Ô povo próspero!!

  • Gladston
    31 Mar 2019 às 08:06

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Iara
    31 Mar 2019 às 04:31

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Pedrão
    30 Mar 2019 às 21:03

    Que que é isso, Bezerra!... Vai atrair a ira bolsominion mato-grossense :-D

  • Mario
    30 Mar 2019 às 18:58

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Júnior
    30 Mar 2019 às 15:43

    Pelos comentários: 1. Esse povo não pode cobrar de agentes públicos, porque não conhece a máquina pública. 2. Parece briga de vizinho, torcendo para que perca o emprego, acusando um ou outro daquilo, sem saber o que quer e onde chegar. 3. Leia novamente sobre os prejuízos ao setor importante para gerar emprego, renda e preservação. É estratégico, com ou sem Teté. 4. Notem a desinformação dentro do governo e despreparo do presidente. 5. Tem algo concreto sobre algum político, faça denúncias e prove. Comportamento simplório, resultado ruins e depois ficam reclamando. 6. País precisa que a população mude, mudança dos políticos é consequência.

  • José
    30 Mar 2019 às 14:28

    Cara Claro, gostei do seu comentário é isso aí mesmo. Em outra ocasião esse decrépito apareceu fantasiado com um terno azul calipso, camisa e gravata que eram uma alegoria ridícula, parecia um personagem do filme "Dick Tracy" onde os atores eram vestidos como nas revistas em quadrinhos.

  • Junior
    30 Mar 2019 às 12:49

    O mais engraçado ou trágico, é que esse povo aí acaba sendo eleito na proxima eleiçao

Sitevip Internet