Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Presidente da CPI da Santa Casa quer definir depoimentos antes de assumir vaga na AL

Da Redação - Érika Oliveira

03 Abr 2019 - 09:01

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Presidente da CPI da Santa Casa quer definir depoimentos antes de assumir vaga na AL
O vereador por Cuiabá Toninho de Souza (PSD), presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga as finanças da Santa Casa de Misericórdia, assume uma cadeira na Assembleia Legislativa de Mato Grosso nos próximos dias, quando o presidente da Casa, Eduardo Botelho (DEM), se licenciar. A data do afastamento do vereador da Câmara de Cuiabá ainda não foi definida, mas o parlamentar determinou à sua equipe celeridade para que até sua saída já estejam marcadas ao menos as oitivas da CPI.

Leia mais:
- Toninho de Souza apresenta requerimento para criar CPI da Santa Casa e “abrir caixa preta”
- Governo cobra relatório da Santa Casa e diz que não repassa dinheiro para dívida de entidade privada

De acordo com a assessoria de imprensa do vereador, durante a sessão desta terça-feira Toninho foi enfático ao afirmar que iria acelerar o andamento dos trabalhos da CPI, a fim de que até a data de sua saída do Legislativo Municipal esteja definida ao menos a fase de oitivas, quando são ouvidas as testemunhas.

“Nesta primeira reunião vamos delimitar os trabalhos, requisitar documentos e já definir as oitivas, quem serão as pessoas que virão prestar depoimentos e quais documentos iremos aproveitar da CPI dos Filantrópicos”, disse Toninho.

Com seu afastamento, que pode durar até 120 dias – a depender do período da licença de Botelho – cabe ao próprio Toninho definir seu sucessor na presidência da CPI.

Botelho ainda não informou a data em que dará início a sua licença. Mas, coincidentemente, afirmou em entrevista esta semana que só irá se ausentar do Legislativo após a retomada dos serviços da Santa Casa, paralisados desde o dia 11 de março.

Toninho foi candidato a deputado estadual nas últimas eleições, mas acabou ficando na suplência do “chapão” do grupo do governador Mauro Mendes (DEM), composto pelo DEM, MDB, PDT, PSD, PHS, PSC e PMB. Ele assume a cadeira do deputado Eduardo Botelho, que entrará de licença para a realização de exames médicos.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juliano
    04 Abr 2019 às 09:46

    RUBENS VC ACHA QUE 17 MIL VOTOS PRA DEPUTADO É BÈM VOTADO KKKKKKKKKK PROCURA ENTENDER MELHOR

  • rubens
    03 Abr 2019 às 11:06

    Vereador Toninho de Souza merece essa vaga, foi muito bem votado por causa dessa legenda partidária nao foi. Mas vai desenvolver um excelente trabalho la na AL nesses quatros meses. parabéns!

  • piada mt
    03 Abr 2019 às 10:43

    Piada mesmo, o povo merece mesmo esses politico, esse demagogo assumir vaga de deputado...trocar 6 por nada

  • Raimundo
    03 Abr 2019 às 10:29

    Presidente da CPI? Misericórdia

Sitevip Internet