Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Wilson reage a crítica de Mauro Mendes e manda recado: não vamos descer nesse nível

Da Redação - Lucas Bólico

04 Abr 2019 - 14:26

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Wilson reage a crítica de Mauro Mendes e manda recado: não vamos descer nesse nível
O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) pontuou durante toda a sessão ordinária vespertina de quarta-feira (3) seus argumentos contra a autorização para o Governo do Estado contrair empréstimo junto ao Banco Mundial para quitar a dívida com o Bank of America. O tucano aproveitou para rebater o governador Mauro Mendes (DEM), que o acusou de agir com oportunismo nesse assunto.

Leia também:
Mendes chama oposição de oportunista e manda recado para antiga base de Taques na AL

“Não é bom o governador entrar nessa seara, é bom manter o bom nível, o respeito, assim como ele foi eleito nós também fomos, nós não o chamamos até hoje de nenhum nome depreciativo, não ‘fulanizamos’, temos chamado de excelência, com todo o respeito e não é a primeira vez neste ano que ele já baixa o nível, nós não vamos descer nesse nível”, rebateu Wilson da tribuna.
 
Wilson rejeitou lembrou que já ficou ao lado do governo em outras ocasiões neste ano. “A tarja de oportunista não nos cabe, o senhor não nos chamou de oportunistas quando votamos os seus projetos aqui. Nós não éramos oportunistas para o senhor, para o seu chefe da Casa Civil, para o seu governo, quando defendemos aqui a Lei de Responsabilidade Fiscal do Estado, quando defendemos aqui a abertura de crédito mesmo sem o senhor ter mandado para cá a LOA, quando defendemos para o senhor e votamos aqui o novo Fethab, nós não éramos oportunistas para vossa excelência quando enfrentamos o agronegócio de cara, olho a olho, nas ruas da cidade, ai nós não éramos oportunistas. Então não é bom entrarmos nesse caminho, vamos manter a educação, a civilidade, a urbanidade”, completou  

Judicialização
 
Wilson ainda alertou para o risco de judicialização da autorização para empréstimo de332 milhões de dólares junto ao Banco Mundial. A falta de informações consistentes na mensagem encaminhada pelo governo do Estado, de acordo com o tucano, pode inviabilizada a operação de crédito diante do rigor aplicado pelos órgãos de controle do dinheiro público.
 
De acordo com o parlamentar, a mensagem não especifica qual o destino de US$ 82 milhões que serão contraídos pelo governo do Estado, se limitando a citar nominalmente apenas “investimentos ambientais”. “Não diz se é para construir um Parque Ambiental em Sinop ou Vila Rica. É para reflorestar as margens do Rio Cuiabá ou construir aterros sanitários com população de até 50 mil habitantes? Qual é o projeto de sustentabilidade ambiental? O governador Mauro Mendes e sua equipe esqueceram?”, questionou.
 
Ao classificar a mensagem de “Frankstein”, o parlamentar acredita que órgãos fiscalizadores poderão inviabilizar o governo do Estado de contrair empréstimo financeiro e o tema ser resolvido somente pelo Judiciário. “O Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas do Estado poderão propor ou encaminhar pedidos de providências ao poder Judiciário. Isso é uma violação ao princípio da publicidade e da transparência tão solidificado na administração pública nos dias atuais”.
 
Críticas de Mauro
 
O governador Mauro Mendes mandou um recado claro a Wilson Santos ao apontar oportunismo no posicionamento de deputados que integravam a base do ex-governador Pedro Taques (PSDB) na Assembleia Legislativa e que agora se opõem ao refinanciamento da dívida do Governo com o Bank of America. Isso porque o projeto foi pensado ainda no governo tucano, do qual Wilson foi líder na Assembleia e secretário de Cidades.
 
“Alguns que criticam, há poucos dias atrás estavam defendendo, então isso mostra um argumento muito oportunista e nós temos que parar com isso. Nós temos que fazer política falando a verdade”, disse Mendes.
 
“Quer dizer que se um cidadão compra uma geladeira e vai pagar R$ 2 mil para pagar um ano, se ele dividir a mesma geladeira pelo mesmo preço, sem aumentar os juros para pagar em cinco anos não é um bom negócio? Claro que é um bom negócio. Então é um bom negócio para o Estado. Acho que dói em alguns não ter tido a competência de fazer quando estiveram lá e estão vendo que nós estamos conseguindo fazer”, completou o governador.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ana Lídia
    04 Abr 2019 às 17:52

    Gosto do deputado Wilson Santos pela coerência em seus argumentos e atitudes. Não cospe em prato que come. Deus o abençoe.

  • jose a silva
    04 Abr 2019 às 17:27

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Da Gurizada CMC
    04 Abr 2019 às 16:42

    Água de qualidade!

  • VERDADES
    04 Abr 2019 às 16:05

    “A tarja de oportunista não nos cabe" QUEM NÃO TE CONHECE QUE TE COMPRA... RSRS

  • Juracy Ady
    04 Abr 2019 às 14:59

    Como reelegeram esse despreparado? Foi o pior deputado estadual da história de MT!

Sitevip Internet