Olhar Direto

Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Em reunião com deputados, Mendes promete pagar parte das emendas impositivas

Da Redação - Érika Oliveira

10 Abr 2019 - 16:07

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Em reunião com deputados, Mendes promete pagar parte das emendas impositivas
Os deputados estaduais aproveitaram a visita do governador Mauro Mendes (DEM) à Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (10), para cobrá-lo pessoalmente o pagamento das emendas impositivas. Mendes havia suspendido o repasse, mas assumiu, segundo o presidente Eduardo Botelho (DEM), o compromisso de pagar ao menos uma parte dos cerca de R$ 180 milhões previstos. Cada deputado tem direito a cerca de R$ 7 milhões.

Leia mais:
Deputados derrubam vetos de Mauro Mendes que suspendiam pagamentos de emendas impositivas

“O governador disse que vai estudar um meio termo. Não têm condições de pagar tudo, mas vai pagar uma parte”, afirmou Botelho, ao deixar a reunião. O valor a ser pago, porém, não foi anunciado.

No mês passado, Mauro Mendes decidiu vetar as emendas alegando seguir uma orientação da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que alertou para o estouro da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) neste ano, caso o pagamento fosse efetuado. Mas, os vetos foram integralmente derrubados, mesmo com a argumentação do Governo de que não há condições de honrar com o repasse.

Recentemente, em entrevista ao Olhar Direto, Mauro Mendes disse que o Estado ainda deve cerca de 70% em emendas que não foram pagas pela gestão passada. Ele pediu compreensão dos parlamentares e disse que os repasses só seriam feitos conforme disponibilidade do caixa do Governo.

Botelho rebateu e disse que não iria aceitar que Mendes repita os erros do ex-governador Pedro Taques (PSDB). “Nesse primeiro ano a situação é mais complicada, mais difícil, então eu estou conversando com os deputados e eles estão entendendo que ele [o Governo] não tem condições de pagar nem 50%, vai pagar bem menos, sem problema nenhum. Mas não dá para o deputado ir lá no município dele e prometer fazer uma reforma de uma creche, reúne todo mundo e aí o dinheiro não vem. O governo manda fazer o convênio e não vai o dinheiro. Então é isso que nós não queremos. Nós queremos que a partir de agora não se brinque de fazer emenda, fazer as coisas certas”, disse, na ocasião.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • carlos
    11 Abr 2019 às 06:02

    Começou o discurso falacioso, eu veto vocês deputados derrubam o veto, ai nao assumo a culpa do nao pagamento, pago e vocês votam o que eu preciso que seja aprovado na assembleia. ou seja o toma la Da Ca , nao mudou nada. Que decepção.

  • Julio
    10 Abr 2019 às 20:19

    Ué...!!!! Disse que num tinha dinheiro e agora arrumou????

  • Alvaro Lucas do Amaral
    10 Abr 2019 às 18:04

    Prezado Governador, não faça isto as emendas parlamentares impositivas são um absurdo , pode rejeitar novamente , pois a sociedade irá apoiar. Tem que acabar com reservas para emendas que muitas vezes não são prioridades conforme o Planejamento Estadual .

  • Funcionário
    10 Abr 2019 às 16:31

    Paga nos também MM...Unimed Bloqueada por falta de Pgto. Vale Alimentação nada ainda, Corte de 50%......ta osso xó mano.....

Sitevip Internet