Olhar Direto

Notícias / Cidades

Morre de parada cardiorrespiratória bebê de cinco meses que aguardava vaga em UTI

Da Redação - Thaís Fávaro

15 Abr 2019 - 18:26

Foto: Reprodução

Morre de parada cardiorrespiratória bebê de cinco meses que aguardava vaga em UTI
O pequeno Nycholas, de cinco meses, que esperava por uma vaga em uma Unidade de Tratamento Intensiva (UTI) desde o dia 3 de abril, morreu após ter uma parada cardiorrespiratória, no Hospital Municipal de Tangará da Serra (251 Km de Cuiabá). O bebê estava com a saúde bastante debilitada.
 
Leia mais
Bebê de um ano morre após se afogar em balde
 
O bebê havia sido internado no dia 3 de abril com quadro severo de anemia e piorou durante o período que ficou à espera da vaga. Ele foi diagnosticado com infecção pulmonar.
 
Em nota, a Secretaria de Estado e Saúde lamentou o ocorrido e informou que foram realizados todos os procedimentos possíveis na tentativa de viabilizar o atendimento.
 
NOTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE PACIENTE DE TANGARÁ DA SERRA
 
A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) informa que o paciente de cinco meses de idade foi atendido pelo Hospital Municipal de Tangará da Serra. De acordo com informação da própria Secretaria Municipal de Saúde, o paciente nasceu com a saúde frágil, quadro de anemia severa e séria infecção pulmonar, vindo a falecer por parada cardiorrespiratória.
 
Diante dessas informações, o órgão estadual ressalta que todos os meios e procedimentos possíveis foram utilizados na tentativa de viabilizar o atendimento.
 
Ascom | SES-MT

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • carlos
    16 Abr 2019 às 09:17

    Aí petistas, o resultado de 16 anos de poder de esquerda. Isso é ou não é tortura para família. Ficarei feliz em saber que essa mãe vai voltar a viver normalmente, mas acho muito difícil.

  • Josefa Paula Pontes
    16 Abr 2019 às 05:47

    Se fosse bandido, pode ter certeza que vaga em uti estaria garantida pela "comissão de direito a bandidos", é lamentável isso, um inocente pagar com a vida a omissão dos governantes.

  • Rafael
    15 Abr 2019 às 22:21

    É nosso governador está onde ???

  • Mario Tupinamba
    15 Abr 2019 às 21:06

    Triste. Mas a população precisa entender que o estado está quebrado. Sem recursos falta vaga na saúde. Sejam precavidos. Tenham plano de saúde particular. SUS está falido.

  • Bruna
    15 Abr 2019 às 18:48

    Passou da hora de responsabilizar oa corruptos que desviam o dinheiro público por mortes de inocentes como esse! Bebê à espera de UTI desde o início do mês e num Estado como MT não ter vaga! Isso é inadmissível! Que Deus console a família!

Sitevip Internet