Olhar Direto

Notícias / Cidades

Jovem é liberado de hospital mesmo com pulmão perfurado por facada; médica é afastada

Da Redação - Fabiana Mendes

18 Abr 2019 - 17:04

Foto: Reprodução

Jovem é liberado de hospital mesmo com pulmão perfurado por facada; médica é afastada
Um estudante de 18 anos esfaqueado por um colega de 15 anos, perto de uma escola, teve o pulmão perfurado, mas acabou sendo liberado da Unidade de Pronto de Pronto Atendimento (UPA), em Sorriso (a 420 quilômetros de Cuiabá). A médica que deu alta ao rapaz estaria em seu primeiro dia de trabalho e acabou afastada do serviço.  

Leia mais:
Estudante de 18 anos é esfaqueado por colega de 15 perto de escola

A vítima foi esfaqueada perto da Escola Estadual Arlete Maria Cappellari, localizada na Rua Rosa dos Ventos, no bairro Rota do Sol, em Sorriso, na manhã de terça-feira (16). A confusão entre os estudantes se deu depois que o jovem de 18 anos chamou a atenção do de 15, pois ele estaria desrespeitando uma funcionária da escola. O menor não gostou e atacou a vítima com facadas na região das costas. 

Depois disso, ele foi encaminhado para UPA, recebeu alta, mas passou mal novamente e teve que retornar para procurar atendimento médico. Na ocasião, foi constatado que um dos golpes teria perfurado o pulmão, e provocado uma hemorragia interna. Inicialmente, o estado de saúde da vítima é considerado grave. 

A informação do afastamento da médica foi confirmada pelo secretario de Saúde, Luís Fábio Marchioro, por meio da assessoria de imprensa. O caso deverá ser apurado. (Com informações Só Notícias).

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Geraldo
    20 Abr 2019 às 17:51

    Dem o nome da faculdade de medicina onde se formou se for para formar mais proficionais assim é melhor fechar e assim outras escolas ...e faculdades formar estes e pagaram muito e saber que foi tempo perdido

  • duarte
    20 Abr 2019 às 01:35

    Por isso sou a favor que o REVALIDA deve ser aplicado a todos os Médicos, formados no Brasil ou no estrangeiro.

  • Ani
    19 Abr 2019 às 11:16

    Quem é o profissional que nunca errou? É médica? Lida com vidas, certo, qualquer erro é fatal, mas qual é apoio inicial para essa profissional. Juízes erram, inclusive os que aqui estão condenando.

  • Gumercindo do Dom Aquino
    19 Abr 2019 às 10:20

    Sem informar o nome dessa profissional incompetente e irresponsável a população de Sorriso está correndo um grande risco se for atendida por ela. Misericórdia !!!

  • Marie
    18 Abr 2019 às 20:49

    Doutora, aproveita que foi afastada, e não volta nunca mais! A UPA precisa da senhora, e não o contrário. Esse salário não paga a trabalheira e a chateação que é atender no SUS. Quem discordar, vai lá fazer trabalho voluntário.

  • Marie
    18 Abr 2019 às 20:49

    Doutora, aproveita que foi afastada, e não volta nunca mais! A UPA precisa da senhora, e não o contrário. Esse salário não paga a trabalheira e a chateação que é atender no SUS. Quem discordar, vai lá fazer trabalho voluntário.

  • Justo
    18 Abr 2019 às 20:32

    Pobre da médica e do paciente, jogados num antro deste , ela inexperiente para trabalhar num serviço deste e ele infeliz de não ter outra opção! É assim que supostos gestores lidam com nossa saúde , interessados apenas no volume , no fingir que atende , na verdade , um serviço deste deveria ter cirurgiões para atender este caso graves como este e não médicos inexperientes e sem a devida formação para estes casos como este !

  • Marcos Paulo
    18 Abr 2019 às 19:21

    Além de não trabalhar, essa geração nem-nem (nem estuda Nem trabalha) dá despesa pro estado.

  • Roberto
    18 Abr 2019 às 19:13

    Fez o curso na Bolívia? É por essa e por outras que eu defendo que todos os Conselhos de Classe deveriam aplicar prova de proficiência para os bacharéis nas respectivas áreas de formação, tal como ocorre com a OAB.

  • Gladston
    18 Abr 2019 às 17:59

    Deem por favor o nome dessa "médica" para não cairmos nas mãos dela caso ela apareça em nossas cidades.

Sitevip Internet