Olhar Direto

Terça-feira, 21 de maio de 2019

Notícias / Educação

Ministro do STJ vem a Cuiabá para aula inaugural da especialização em Direito da Unimed

Da Redação - Vitória Lopes

26 Abr 2019 - 15:40

Foto: Reprodução

Ministro do STJ vem a Cuiabá para aula inaugural da especialização em Direito da Unimed
O fim de semana promete ser de muito conhecimento aos especializandos do curso de Direito da Saúde Suplementar promovido pela Unimed Cuiabá. A aula inaugural será realizada nesta sexta-feira (26), às 14h, no auditório do Gran Odara, e será lecionada pelo ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Paulo de Tarso Sanseverino.

Leia mais:
Faculdade de Cuiabá vence jogos universitários de Mato Grosso

O primeiro módulo da pós-graduação, com o tema "Obrigações e Teoria Geral dos Contratos", segue até sábado (27), e também contará com a participação do doutor em Direito, Marcos Ehrhardt Júnior, autor do livro "Revisão Contratual e Direito Civil" e coordenador da Revista Fórum de Direito Civil (RFDC).

A especialização - A pós-graduação em Direito da Saúde Suplementar - é  uma parceria entre a Unimed Cuiabá e o Instituto Luiz Moutinho, e é certificada pela Faculdade de Integração do Sertão, de Serra Talhada/PE. O curso é voltado aos profissionais do Direito, da Saúde e da Administração que atuam ou pretendem atuar no mercado de saúde.

Estão previstas 19 meses de aulas presenciais para a especialização, uma vez por mês, aos fins de semana.

A temática e o corpo docente são os diferenciais desta especialização um dos pontos primados pelos organizadores, que selecionaram personalidades de renome, com bagagem e amplo conhecimento nos assuntos de cada módulo a ser trabalhado. A equipe é formada por ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Augusto César de Carvalho, além de juízes, mestres e doutores.

Outras informações podem ser obtidas por telefone (65) 3612-3388.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José
    26 Abr 2019 às 16:11

    Atenção: mantenham o ministro longe do Wilson Santos, não queremos passar mais vergonha.

Sitevip Internet