Olhar Direto

Notícias / Política MT

Governo deposita R$ 33 milhões e quita última parcela do 13º de dezembro

Da Redação - Wesley Santiago

30 Abr 2019 - 08:28

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governo deposita R$ 33 milhões e quita última parcela do 13º de dezembro
O governador Mauro Mendes paga, nesta terça-feira (30), a quarta e última parcela do décimo terceiro salário remanescente de 2018. A parcela depositada chega a R$ 33,079 milhões. No último dia 20 deste mês, a folha de pagamento referente aos salários do mês de março foi toda quitada pelo Executivo.

Leia mais:
Mauro "antecipa" previsão de Gallo e se diz otimista para pôr fim a escalonamento em junho
 
Na última segunda-feira (29), os valores a serem creditados nas contas foram encaminhados ao Banco do Brasil. “Até o início da tarde o dinheiro estará depositado nas respectivas contas”, informa Luciana Rosa, secretária-adjunta do Tesouro Estadual.
 
O décimo terceiro salário remanescente de 2018 atingiu o valor de R$ 127,20 milhões. O pagamento parcelado do 13º salário se refere aos servidores efetivos nascidos em novembro e dezembro, assim como aos que são somente comissionados.
 
Na quitação da folha salarial de março, foram depositados R$ 57,767 milhões nas contas dos servidores ativos e inativos.
 
Contas em dia?
 
O governador Mauro Mendes (DEM) antecipou a previsão do secretário de Fazenda, Rogério Gallo, e declarou que o Governo do Estado pode passar a pagar a folha dos servidores públicos sem escalonamento e no dia 10 de cada mês a partir de junho.
 
Na semana passada Gallo projetou que o Governo teria condições financeiras para pagar os funcionários no dia 10 de cada mês somente no fim do ano. De acordo com Mendes, o seu secretário de fazenda tem uma visão técnica do orçamento. Ao ser questionado se seria possível acabar com o escalonamento em junho, Mendes se disse otimista.
 
“Eu estou bastante otimista. Certamente ele tem uma visão um pouco mais técnica nos números da Secretaria de Fazenda. Eu tenho uma visão mais estratégica porque estou lidando com muitas informações. Eu acredito e estamos trabalhando que será possível. Nós vamos trabalhar para que seja o quanto antes”, disse o governador.
 
O Governo assim como a gestão passada, vem adotando o escalonamento do pagamento de salários desde janeiro, devido a grave crise que vem sendo divulgada por Mendes, desde sua campanha.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • interior
    30 Abr 2019 às 21:39

    ele não fez nada mais que obrigação, além de ter deixado muita gente sem cumprir os compromissos,pois esse sujeito pagou como quis parcelados agora minhas dividas não foram parcelado em 4 vezes

  • Vinicius Tenuta
    30 Abr 2019 às 17:55

    Concordo com general Mourão vice presidente. Décimo terceiro salário é jaboticaba. Podia ser extinto para melhorar finanças do MT.

  • Jorge Henrique
    30 Abr 2019 às 14:10

    Casa arrumada. Rumo à reeleição

  • Moacir
    30 Abr 2019 às 12:34

    Miserável. Acabou com o natal e ferias de vários servidores.

  • llhe cobrindo vou
    30 Abr 2019 às 08:49

    e a nossa recisao trabalhista do governo anterior sera paga quando pois sei que tem irmão de deputado que ja recebeu e olha que foi mas de 500 mil

Sitevip Internet