Olhar Direto

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Cidades

Com risco de desabamento em córrego, pista da avenida 8 de Abril é interditada; fotos

Da Redação - Wesley Santiago

02 Mai 2019 - 11:15

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Com risco de desabamento em córrego, pista da avenida 8 de Abril é interditada;  fotos
A Defesa Civil de Cuiabá interditou uma das pistas da avenida 8 de Abril, onde fica localizado o Córrego Mané Pinto. O trânsito teve de ser fechados para os veículos na faixa por conta do risco de desabamento. O local, que deveria ter sido revitalizado antes da Copa do Mundo de 2014, está em condições precárias.

Leia mais:
​Tucson despenca em córrego após colisão com Amarok em cruzamento na 8 de abril
 
Parte da sustentação da lateral do córrego Mané Pinto já foi abaixo. Em outros pontos ao longo da avenida, também é possível notar as condições precárias em que ele se encontra. Os chamados ‘gelos baianos’ foram colocados no meio da pista, impedindo a passagem dos veículos, tudo por conta do risco de desabamento

Segundo a Prefeitura de Cuiabá,apenas meia pista foi fechada. "Foi constatado que parte da lateral do córrego cedeu e que a erosão se aproximava do asfalto em alguns pontos", explica o Executivo.

Além disto, a prefeitura acrescentou que devido ao fluxo na via, a medida foi adotada para afastar os veículos da borda do córrego, evitando assim deslizamentos e possíveis acidentes.
 
Responsável pela obra do Córrego Mané Pinto, localizado na avenida Oito de Abril, em Cuiabá, a Secretaria de Estado de Infraestrutura, Logística e Obras Públicas (Sinfra) informou recentemente que faria um projeto emergencial para impedir o desmoronamento de alguns pontos específicos. Porém, a Justiça determinou que a empresa responsável retome os trabalhos.
 
Um relatório fotográfico montado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas, juntamente com a Defesa Civil de Cuiabá, demonstra que a extensão do córrego possui diversos pontos críticos. A situação dos pontos, segundo o levantamento, tem se agravado durante o período chuvoso, colocando em risco milhares de pedestres e motoristas que trafegam pela via diariamente.
 
Histórico
 
Parte integrante do pacote de obras da Copa do Mundo de 2014, a revitalização do Córrego Mané Pinto foi retoma pela Secid em 2016. Um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) firmado entre o órgão estadual, o Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) e a empresa Engeglobal, estabeleceu que o trabalho deveria ter sido concluído no mesmo ano. Já em 2018, porém, o Estado rescindiu, unilateralmente, o contrato com a empreiteira, alegando o descumprimento das cláusulas contratuais.
 
De acordo com o Governo do Estado, o valor total da obra é de R$ 25,7 milhões. O projeto abrange aproximadamente 3,5 quilômetros do córrego, onde devem ser executados os serviços de reforço das laterais, com calçadas largas para passagem de pedestre; repavimentação asfáltica em todo o prolongamento da avenida; implantação do coletor-tronco e do sistema coleta de esgoto. Também estão previstos os trabalhos de sinalizações e paisagismo.

A Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) deve se posicionar ainda hoje sobre o caso.

Confira a nota da prefeitura na íntegra:

A respeito da interdição de na Avenida 8 de Abril a Defesa Civil informa que:

- Apenas meia pista foi fechada, como medida de segurança. 
- Foi constatado que parte da lateral do córrego cedeu e que a erosão se aproximava do asfalto em alguns pontos. 
- Devido ao fluxo na via, a medida foi adotada para afastar os veículos da borda do córrego, evitando assim deslizamentos e possíveis acidentes. 
- Desde o último ano a Prefeitura de Cuiabá tem solicitado ao Governo do Estado a retomada das obras de canalização do Córrego.

12 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • TEDA
    03 Mai 2019 às 10:47

    NAO SEI PORQUE OS GOVERNANTES INSINTEM EM PRESERVAR UM CORREGO, QUANDO NA VERDADE É UM ESGOTO A CÉU ABERTO, E ESGOTO DEVE SER COM MANILHA

  • Edivaldo de Freitas
    03 Mai 2019 às 08:12

    Cade o MPE e os deputados o que estão fazendo estão cegos ou coniventes

  • paula goetz
    03 Mai 2019 às 07:01

    Obras cuiabanas feitas pelos cuiabanos....kkkkkk

  • Diogo
    02 Mai 2019 às 23:46

    Já tem o posicionamento de quando retoma as obras ou vão esperar cair tudo? Acontecer algo mais grave? Casa Civil, Prefeitura de Cuiabá, cadê vocês, vamos agir, o IPTU está sendo pago todo ano. Aguardamos resposta.

  • Fernando Magalhães
    02 Mai 2019 às 18:03

    Vou refazer meu comentário : essa barbaridade não é erro de engenharia, não é erro de projeto, não é fato superveniente . Isso tem uma denominação : CRIME DOS MAIS HEDIONDOS COMETIDO PELA CONTRATADA ENGEGLOBAL.

  • Luis
    02 Mai 2019 às 15:17

    Qualidade ENGEGLOBAL, do presidente do DEM -MT, partido que o governador faz parte, amigo próximo do governador, suplente do Jayme e pré candidato a prefeito de Cuiabá. Continuem votando neles, mas não exijam obras de qualidade.

  • Edmilson rosa
    02 Mai 2019 às 14:25

    Essa engeblobal assim como a 3 irmão e outras ai no mercado sempre dando trabalho aos prefeitos e até os governo do estado ...nunca termina as obras.sera que o ministério público estadual não está vendo ou simplesmente não quer ver.Estamos de olho.

  • Fernando Magalhães
    02 Mai 2019 às 12:57

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • bruno
    02 Mai 2019 às 12:57

    Vergonha a gente ter chegado a ver as coisas nesse ponto. Não havia prefeito na cidade desde quando?

  • Cidadão
    02 Mai 2019 às 11:56

    Estão esperando tragédia acontecer para arrumarem, não só aí deveria ser interditado, há vários pontos extremamente críticos que estão desmoronando e ninguém fez nada.

Sitevip Internet