Olhar Direto

Quarta-feira, 26 de junho de 2019

Notícias / Política MT

Governo assume a gestão da Santa Casa de Cuiabá e R$ 7 milhões devem ser 'destravados'

Da Redação - Wesley Santiago/Da Reportagem Local - Érika Oliveira

02 Mai 2019 - 15:18

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Governo assume a gestão da Santa Casa de Cuiabá e R$ 7 milhões devem ser 'destravados'
O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou, nesta quinta-feira (02), que o Estado irá gerir a Santa Casa de Misericórdia de Cuiabá, que está fechada desde março deste ano, por conta de problemas financeiros. Este deve ser o último passo para que sejam destravados os R$ 7 milhões aportados pela prefeitura e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), que serão utilizados para pagamento de salários atrasados.

Leia mais:
Governo anuncia elaboração de proposta de solução para reabertura de Santa Casa

Para 'salvar' a Santa Casa, o governo fará a requisição administrativa de bens e serviços, que é uma espécie de intervenção na unidade de saúde. A medida é tomada nos casos em que há ameaça ou solução de continuidade dos serviços de saúde. Como é uma entidade privada, a empresa receberá uma indenização por parte do Executivo.

Em razão da requisição administrativa da unidade hospitalar, o Estado assume todo o controle do estabelecimento e de seus equipamentos de forma emergencial e temporária, com o objetivo de assegurar o atendimento de média e alta complexidade aos usuários do Sistema Único de Saúde.

O uso do bem privado por parte do Estado será indenizado, conforme os termos previstos pela Constituição Federal. O valor a ser pago será avaliado por uma equipe de especialistas nos próximos dias. 

Não há, neste momento, a intenção de colocar uma Organização Social de Saúde (OSS) para gerir a Santa Casa, segundo o governador Mauro Mendes. Sendo assim, a unidade será gerida exclusivamente pela Secretaria Estadual de Saúde (SES).

"A partir de hoje, estamos tomando a posse física deste hospital. Temos uma equipe da Secretaria de Saúde já dentro da Santa Casa realizando as adequações. Na medida do possível, vamos trabalhar para que ela seja reaberta o quanto antes. Ainda não vamos dar prazo, porque existem questões higienização, contratação de funcionários, entre outros", disse o governador Mauro Mendes.

Mauro ainda lembrou que o Estado passa por dificuldades financeiras, mas assumir a gestão do hospital foi uma decisão acertada. "Deixar a Santa Casa fechada é o pior dos mundos. Na situação em que está, traz prejuízo". 

Recentemente, após citar  “inércia” por parte da Prefeitura, o Governo do Estado anunciou a elaboração de uma proposta para a reabertura da unidade. 

A Santa Casa está fechada desde o dia 11 de março por falta de pagamentos a fornecedores e funcionários, que estão com cerca de sete meses de salários atrasados.

A Assembleia Legislativa, assim como a prefeitura de Cuiabá já manifestaram o desejo de repassar R$ 3,5 milhões cada, para a instituição pode quitar parte dos salários atrasados, mas a ação não foi permitida, por conta da falta do plano de viabilidade.

O o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta esteve em Cuiabá rencentemente e se comprometeu a ajudar a resolver o problema, inclusive com aporte financeiro, mas deixou claro que não disponibilizará nenhum centavo para o filantrópico se não for apresentado um relatório completo sobre a origem da dívida, além de um plano de recuperação econômica da instituição.

Atualizada às 15h24 e às 15h51.

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Graciele Aparecida
    04 Mai 2019 às 22:16

    Mauro Mendes você não sabe o quanto a população MATOGROSSENSE te agradece...Continue fazendo o seu melhor ????

  • Julio Schneider
    03 Mai 2019 às 06:14

    Se o governo do Estado para de gastar com verba publicitária na TV e investir em saúde, sem dúvida a saúde dos mato-grossenses vai melhorar. Ridículo a TV local noticiar a crise na Santa Casa e recebendo verba de publicidade do próprio governo. Não é? A TV consome verba pública através de peça publicitária.

  • Vanderlene Silva
    02 Mai 2019 às 18:57

    Eu te amo, governador!

  • Juscelino Alves Ferreira
    02 Mai 2019 às 16:51

    Que resolva o mais rápido acredito no ar governador!

  • Marionei Serra
    02 Mai 2019 às 15:28

    Existem heróis reais. Mauro Mendes doou rim a esposa. E agora salva Santa Casa. Mauro Mendes para presidente do Brasil!!!

Sitevip Internet